Deixe um comentário

Consagração à Santíssima Trindade

11.06.2017

Solenidade da Santíssima Trindade

CONSAGRAÇÃO À SANTÍSSIMA TRINDADE

(Oração composta pela Santa espanhola e Religiosa Carmelita Descalça, Monja ELISABETE DA TRINDADE, beatificada pelo Papa João Paulo II em 25.11.1984 e canonizada pelo Papa Francisco em 16.10.2016)

“Ó Deus Meu!

Trindade a Quem adoro.

Ajudai-me a esquecer-me totalmente de mim para estabelecer-me em Vós, tão imóvel e tranquilo (a) como se minha alma já estivesse na eternidade.

Que nada possa turbar minha paz, nem fazer-me sair de Vós, Oh! Imutável. Senão que cada minuto me submerja mais na fundura de Vosso Mistério.

Pacificai minha alma. Fazei dela Vosso Céu, Vossa morada de amor e o lugar de Vosso descanso. Que ela nunca Vos deixe só, senão que esteja aí com todo meu ser, todo desperto em fé, todo adorante e completamente rendido a Vossa Ação Criadora.

Oh! Meu Cristo Amado, Crucificado por amor! Desejo ser inteiramente Vosso (a); ser um(a) com Vosso Sagrado Coração.

Quisera cobrir-vos de Gloria. Quisera amar-vos até morrer de amor. Mas como sinto minha incapacidade, peço-vos que me revistais de Vós Mesmo; que identifiqueis minha alma com todos os movimentos de Vossa Alma; que me aflijais, que me possuais, que me substituais por Vós, para que minha vida não seja senão uma irradiação de Vossa vida.

Vinde a mim como Adorador do Pai, como Restaurador e como Salvador.

Oh! Verbo Eterno, Palavra do meu Deus! Quero passar minha vida escutando-vos. Quero tornar-me totalmente dócil, para aprender tudo de Vós. Então, apesar de todas as noites, de todos os vazios e de todas minhas impotências, quero fixar sempre meu olhar em Vós e morar em Vossa Imensa Luz. Oh! Astro meu querido! Fascinai-me para que já não possa sair de Vosso Esplendor.

Oh! Fogo Consumidor, Espírito Santo! Descei sobre mim para que em minha alma se realize uma nova encarnação do Verbo: Que eu seja para Ele uma prolongação de Sua Humanidade Sacratíssima, na qual Ele renove todos Seus Mistérios.

E Vós, Oh! Pai! Inclinai-vos amorosamente sobre esta pobre criatura Vossa. Cobria com Vossa Sombra. Não vejais nela senão a Vosso Filho Predileto, em Quem tendes todas Vossas Complacências.

Oh! Meus Três. Meu Tudo. Minha Bem-aventurança. Solidão Infinita. Imensidão em que me perco! Eu me Consagro a Vós como um(a) prisioneiro. Submergi-vos em mim. Para que eu me submerja em Vós, até que vá contemplar em Vossa Luz, o Abismo de Vossas Grandezas. Amém.

++++++

ESPAÑOL

CONSAGRACION A LA SANTÍSIMA TRINDAD

Oh, Dios mío, Trinidad a quien adoro! Ayúdame a olvidarme enteramente de mí para establecerme en Ti, inmóvil y tranquila, como si mi alma estuviera ya en la eternidad. Que nada pueda turbar mi paz, ni hacerme salir de Ti, ¡oh mi Inmutable!, sino que cada minuto me sumerja más en la hondura de tu Misterio.

Inunda mi alma de paz; haz de ella tu cielo, la morada de tu amor y el lugar de tu reposo. Que nunca te deje allí solo, sino que te acompañe con todo mi ser, toda despierta en fe, toda adorante, entregada por entero a tu acción creadora.

¡Oh, mi Cristo amado, crucificado por amor, quisiera ser una esposa para tu Corazón; quisiera cubrirte de gloria amarte… hasta morir de amor! Pero siento mi impotencia y te pido «ser revestida de Ti mismo»; identificar mi alma con todos los movimientos de la tuya, sumergirme en Ti, ser invadida por Ti, ser sustituida por Ti, a fin de que mi vida no sea sino un destello de tu Vida. Ven a mí como Adorador, como Reparador y como Salvador.

¡Oh, Verbo eterno, Palabra de mi Dios!, quiero pasar mi vida escuchándote, quiero hacerme dócil a tus enseñanzas, para aprenderlo todo de Ti. Y luego, a través de todas las noches, de todos los vacíos, de todas las impotencias, quiero fijar siempre la mirada en Ti y morar en tu inmensa luz. ¡Oh, Astro mío querido!, fascíname para que no pueda ya salir de tu esplendor.

¡Oh, Fuego abrasador, Espíritu de Amor, «desciende sobre mí» para que en mi alma se realice como una encarnación del Verbo. Que yo sea para El una humanidad suplementaria en la que renueve todo su Misterio.

Y Tú, ¡oh Padre Eterno!, inclínate sobre esta pequeña criatura tuya, «cúbrela con tu sombra», no veas en ella sino a tu Hijo Predilecto en quien has puesto todas tus complacencias.

¡Oh, mis Tres, mi Todo, mi Bienaventuranza, Soledad infinita, Inmensidad donde me pierdo!, yo me entrego a Ti como una presa. Sumergíos en mí para que yo me sumerja en Vos, mientras espero ir a contemplar en vuestra luz el abismo de vuestras grandezas.⁠⁠⁠⁠

 

Share This:

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: