40 Horas de Adoração Eucarística

CONVITE

Download Convite

Por motivo da celebração de Corpus Christi, Adoremos ao Altíssimo, realizando uma Jornada de 40 horas de Adoração a Jesus Sacramentado.

40 HORAS DE ADORAÇÃO EUCARÍSTICA

– Desde terça-feira, 9 de junho, às 9:00 (Nicarágua e 12 horas do Brasil)

– a quinta-feira, 11 de junho, hora “0” do Dia de Corpus Christi

***************************

São Felipe Neri dizia: “há que preferir o Paraíso” e os apóstolos dos Últimos Tempos podemos desfrutá-lo desde já, nesta Festa de Corpus Christi, porque Cristo está vivo e presente na Santa Hóstia.

Faremos isso, dedicando pelo menos uma hora, qualquer, que seu coração deseja entregar-Lhe em Adoração Eucarística a Jesus Sacramentado. Esta hora deve estar compreendida nas 40 horas que correm desde terça-feira as 12 h (do Brasil) até quinta-feira, 11 de junho, hora “0”, Dia de Corpus Christi. Cada um escolha, o melhor momento para adorar ao Sagrado Coração Eucarístico.

Durante esta hora, frente ao Santíssimo exposto, ou diante do Tabernáculo, se for acessível para vocês, devido as atuais restrições, ou através dos meios de Internet, os apóstolos dos Últimos Tempos, faremos a Devoção das 40 Horas de Adoração Eucarística, anexa.

Exorta a permanecer espiritualmente conectados de seus refúgios, capelas, ou em qualquer lugar do mundo em que moram; orando pelo êxito deste primeiro trabalho missionário que o Céu os encomendou, pela vida, pelas famílias, pelos doentes, pelos desempregados, pela paz, pelos cristãos perseguidos, religiosos, os Sacerdotes, Papa Francisco, por todos os servos do Senhor, pelas vítimas e pela proteção contra a pandemia do Covid-19, por aqueles irmãos mais necessitados da Misericórdia de Deus, e para reparar todas as ofensas que recebe o Sagrado Coração Eucarístico de Jesus.

Após concluir sua Hora de Adoração, os apóstolos deverão reportar à sua Coordenação, informando a hora do dia em que sua oferente foi entregue diante do Santíssimo.

 ADORAMUS TE DOMINE

***************************

DEVOÇÃO DAS 40 HORAS DIANTE DE JESUS SACRAMENTADO

Origem da Devoção das 40 Horas

A origem dela não é clara, em termos de precisão de tempo. Enquanto alguns a colocam no século XIII em Roma, outros a colocam no século XVI em Milão.

A iniciativa romana deu a ela um caráter expiatório pelos pecados da humanidade, lembrando o tempo aproximado de quarenta horas que Cristo permaneceu desde sua morte na cruz, na Sexta-feira Santa, até que ressuscitar na madrugada do terceiro dia, Domingo de Páscoa. Aparentemente, aquela iniciativa não passou dali.

Os que situam a origem dessa prática em Milão, durante o primeiro terço do século XVI, partem das amostras de devoção à Eucaristia, em torno da corrente da reforma espiritual dentro da Igreja, que abarcava o alto e baixo clero, os mosteiros e os leigos.

Teve seus momentos mais importantes entre os anos de 1527 e 1537. Foi nessa ocasião, quando, realmente, as Quarenta Horas se transformaram em prática de devoção popular, enraizando-se entre o povo, e abrindo seu caminho até receber a aprovação de alguns Prelados Diocesanos, e mais dos Romanos Pontífices.

Teve uma notável influência neste movimento, renovador, a Venerável Arcângela Panigarola, Monja Agostiniana do Mosteiro de Santa Marta, da cidade de Milão. Foi uma alma carismática, dotada de altos dons sobrenaturais. Várias vezes Priora e Mestra de Noviças, escrevem os historiadores da época escrevem que teve revelações extraordinárias, para renovação da vida cristã, em virtude da qual ela fundou o Cenáculo da Eterna Sabedoria, em seu próprio mosteiro, onde se reuniam para orar diante do Tabernáculo. Ela morreu com fama de santidade, em 17 de janeiro de 1525.

O Pe. Juan Antonio Bellotti, “Comendatário” da Abadia de San Antonio de Grenoble, diretor espiritual da Serva de Deus, escreveu sua biografia, e nela descreve as numerosas graças de que foi objeto. Ele mesmo participou ativamente naquele Cenáculo da Eterna Sabedoria, lugar de oração eucarística.

Santo Antônio Maria Zacaria alude em um sermão, à profecia da Soror Arcângela, segundo a qual a Eterna Sabedoria havia suscitado“novos ministros que, com seu esforço apostólico e com a exemplariedade de suas vidas, haviam revitalizado a disciplina dos eclesiásticos e dos costumes do povo”. O santo sente uma íntima satisfação, ao ver cumprida em parte essa profecia, e, com isso, estimula seus companheiros a seguir a renovação espiritual sem desalento.

Nesse contexto, renasce com força o culto eucarístico das Quarenta Horas, no qual tomam parte ativa algumas das pessoas indicadas como promotoras desta forma de adoração e contemplação da Eucaristia.

Pelo visto, o iniciador foi o mencionado Juan Antonio Bellotti, célebre pregador, enviado por Santa Joana de Valois, irmã do rei da França Carlos VIII, para colocar a paz entre os soldados e o povo milanês.

Vários autores consideram Bellotti como Religioso Agostiniano. Talvez por sua relação com o Mosteiro das Agostinas de Santa Marta, e à direção espiritual que brindava à venerável Arcangela.

Bellotii começou por atrair os fiéis mais fervorosos da Eterna Sabedoria ao Cenáculo animado pela Monja Agostiniana, amante da Eucaristia. Refere em sua biografia que esta Venerável Monja via Jesus na Santa Hóstia e a chamava para ir até ele.

A oração do grupo que formava o Cenáculo, se concentrava em Cristo Crucificado, Ressuscitado e presente no Sacrário, como também no Apostolado dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria.

No ano de 1527, enquanto Bellotti pregava a Quaresma, contam que recomendou aos seus ouvintes, permanecer quarenta horas seguidas diante do Santíssimo Sacramento para suplicar a Deus pela cessação da guerra.

Em vista da generosa resposta dos fiéis, o exercício foi repetido mais quatro vezes durante aquele ano: na Páscoa, Pentecostes, Assunção e Natal. Nos anos seguintes, o mesmo foi feito na catedral e nas paróquias de Milão.

Por aqueles anos, entrava em Milão, Santo Antônio Maria Zacaria, o enamorado do Crucifixo e da Eucaristia. (É importante referir que assim se revela a Manuel de Jesus, como o Sagrado Coração Eucarístico:Crucificado e mostrando seu Coração dentro da Santa Hóstia), o Santo Antônio Zacaria chamava ao Santíssimo Sacramento de Crucifixo vivo, animado por seu grande espírito renovador.

O santo fundador dos Barnabitas, ou Ordem dos Clérigos Regulares de São Paulo e das religiosas Angélicas de São Paulo, tomou das mãos de Bellotti, o que este cultivou e fomentou entre pequenos grupos mais fervorosos. Antonio Maria deu-lhe forma mais solene e o estendeu a todos os fiéis.

“A partir do mês de maio daquele ano, ele consegue que a prática das Quarenta Horas se faça solenemente, por turnos, em todas as igrejas da cidade”.

Na mesma linha trabalharam, desde aquele ano de 1537, Frey Bono e o frade capuchinho José Piantanida de Fermo, e mais tarde São Carlos Borromeo, que estabeleceu a prática das Quarenta Horas em toda sua diocese, por meio de uma legislação sancionada por normas emanadas de sínodos diocesanos.

No sínodo de 1565, dá umas orientações “para a oração, que chamam das Quarenta Horas diante do Santíssimo Sacramento, às quais o povo muito frequentemente costuma ir, por sua piedade e religião”.

Em Roma, a introduz e fomenta São Felipe Neri, que as celebrou pela primeira vez por volta de 1550, na Igreja da Santíssima Trindade dos Peregrinos.

Em 30 de novembro de 1539, com a Bula Dominus Noster, o Papa Paulo III aprova esta e outras Confrarias em torno do Corpo e Sangue de Cristo para toda a Igreja.

Outros Papas a aplaudiram, enriquecendo-as com graças e indulgências. Mas seria Clemente VIII quem, por meio da Constituição Graves Diuturnae, de 25 de novembro de 1592, estabeleceria uma normalização institucionalizada, do que o documento chama de piedosa e saudável oração das Quarenta Horas.

Dispõe que se estabeleçam turnos de vários dias em todas as Igrejas da cidade, de tal maneira, que dia e noite se mantenha a oração diante do Senhor sem interrupção.

No inicio, a finalidade imediata das Quarenta Horas era reafirmar a fé na presença real de Cristo na Eucaristia, diante da atitude irreverente de alguns, sobretudo dos Protestantes, na primeira metade do século XVI. Logo procurou-se, então, reparar as profanações de alguns setores, e os esquecimentos ou menosprezo entre muitos cristãos, de que foi objeto o “Sacramento do altar”.

Fomentar a renovação da vida cristã e, com isto, superar o relaxamento dos costumes, foi outro dos fins desta prática. Também foi procurado pelos fiéis, contemplar a Sagrada Hóstia, ver as espécies sensíveis sob cujo véu está o Senhor.

O Papa Clemente VIII, em sua constituição de aprovação já citada, declara expressamente como finalidade destes atos de culto “aplacar a ira de Deus provocada pelas ofensas dos cristãos; para compensar os esforços e maquinações dos turcos, inimigos do cristianismo, para sua destruição.”

E acrescenta o Santo Padre: “para conseguir a concórdia entre príncipes e governantes cristãos, pela paz entre as nações e pelo próprio Papa.”

O Concílio de Trento reafirma a legitimidade e a necessidade do culto da Eucaristia, tanto na celebração da Missa, como fora dela. Na sessão XIII confirma a aprovação da festa de Corpus Christi e, implicitamente, as Quarenta Horas e outras formas de exposição pública do Santíssimo Sacramento.

Recorda-nos o Vaticano II, que a Eucaristia é fonte e o cume de toda a vida cristã: “Ela aparece como a fonte e o cume de toda evangelização”. Com Santo Agostinho, acrescenta que é “um Sacramento de Piedade, um Sinal de unidade e um Vínculo de caridade”. Em consequência, se vai ao seu encontro pela oração e contemplação; pelo louvor e pela súplica. Enfim, vai-se render-lhe culto de adoração.

Com razão, Santo Antonio Maria Zacaria unia o sacrifício do Crucifixo com a exposição da Eucaristia. O culto da Eucaristia é levar o homem ao Crucifixo Vivo; ao Mistério Pascal de Cristo.

O crucificado e a Eucaristia, para Antonio Maria, estão intimamente ligados a todo processo de conversão, ou seja, a uma renovação da vida. Daí que se ponha todo o seu afinco em viver na contemplação de Cristo no Sacrário, ou exposto em custódia durante as Quarenta Horas.

Tais expressões, diante da Eucaristia, nos diz São João Paulo II: está dirigida a Deus Pai, por meio de Jesus Cristo no Espírito Santo.

Esse culto deve encher nossas igrejas, inclusive fora das Missas, porque foi instituído por amor, e nos faz presentes a Cristo, Digno de ação de graças e culto. Por isso, acrescenta que a adoração a Cristo neste Sacramento deve encontrar expressão adequada em diversas formas de devoção, entre elas as Quarenta Horas.

Tendo em conta as atuais normas gerais, podemos ver alguns exemplos de como ela sobrevive e floresce, em meio a outras expressões, talvez mais amplas, quais são a festa de Corpus Christi com suas solenes procissões; Adoração Noturna e Diurna, as Quintas-feiras Eucarísticas, adoração perpétua de muitas comunidades, como o Sagrado coração Eucarístico de Jesus, em diversos chamados de Amor e de Conversão, se expressou a Manuel de Jesus, que o Apostolado dos Sagrados Corações Unidos é uma Obra dedicada também à adoração permanente ao Santíssimo Sacramento.

Modo de praticar as 40 Horas no Apostolado dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e de Maria

O Apostolado dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e de Maria está conformado por Sacerdotes, Religiosas e Religiosos e fiéis que promovem a devoção aos Sagrados Corações Unidos de Jesus e de Maria, através da Consagração Total a Jesus, por Maria, mediante a conversão pessoal, a oração do coração e das boas obras, tendo os mandamentos da Lei de DEUS como o centro de nossa vida.

Todos podem formar os Cenáculo de Oração do Apostolado dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria, iniciando desde suas próprias famílias e comunidades, preparando-nos para o Grande Triunfo do Coração Doloroso e Imaculado de Maria e o Advento do Reinado Eucarístico do Sagrado Coração de Jesus Cristo, Rei do Universo.

Os membros apóstolos dos Cenáculo de Oração, guiados por seu Diretor Espiritual e/ou Coordenadores do Apostolado, podem escolher um dia especial como por exemplo, a Solenidade de Corpus Christi, preparando-se para essa solenidade, dois dias antes, escolhendo uma hora por pessoa, de modo que do dia que iniciem as 40 horas ao Dia da solenidade, ou seja, às 00:00 horas do inicio do dia solene, fiquem cobertas as 40 horas contínuas de oração, diante do Santíssimo Sacramento, seja exposto ou Reservado no Sacrário.

Orientações Gerais

  1. Realizar durante 40 horas, a adoração eucarística a Jesus Sacramentado.
  2. 40 participantes, de modo que se cubram as 40 horas.
  3. Um apóstolo pode cobrir alguma outra hora, que não tenha um apóstolo para a adoração.
  4. Quando existirem mais de 40 apóstolos para a adoração eucarística, podem ter a mesma hora de adoração, mais de um apóstolo. O importante é cobrir as 40 horas de adoração eucarística.
  5. Estas 40 horas de adoração se realizarão no Apostolado dos Sagrados Corações Unidos, unicamente para a solenidade de Corpus Christi.
  6. Durante a hora escolhida por cada apóstolo, orarão a Estação ao Santíssimo Sacramento.

*************************

= Links para Adoração Virtual = 

 

https://www.youtube.com/watch?v=30XOxy5BULc     EWTN Poland/ Polonia

https://www.youtube.com/watch?v=rz5gektkF0o        Cathedral of the Good Shepherd in Singapore

https://www.youtube.com/watch?v=4Pd6HmnaKyc    Gpe. Victoria, Durango

https://www.youtube.com/watch?v=YDCsRhU54WE   Nazaret,tv  Barcelona, España

https://www.youtube.com/watch?v=BuegHB5AvE4     Nuestra Sra de la Guadalupe, Doral, FL

https://www.youtube.com/watch?v=wcRRDo2z2TU      Marytwon Online Chaplet (Santuario Kolbe/Shrine)

 

***********************

GUIA DE ORAÇÃO PARA REALIZAR A HORA ESCOLHIDA

Download da Origem e Guia de Oração

Ave Maria Puríssima, sem pecado Concebida!

✞ Pelo sinal da Santa Cruz, Livrai-nos Deus Nosso Senhor, de nossos inimigos.

Em nome do Pai, e do Filho, e do Espirito Santo. Amém.

Abri, Senhor, meus lábios e minha boca proclamará Vossos louvores.

Vinde ó Deus em meu auxilio!  Senhor, apressai-vos em me socorrer!

Ato de Contrição

Senhor meu, Jesus Cristo, Deus e homem verdadeiro, Criador, Pai e Redentor meu; por serdes Vós quem sois, e porque vos amo sobre todas as coisas, arrependo-me de todo o coração, de todo o mal que fiz, e de todo o bem que deixei de fazer, porque pecando ofendi a Vós, que sois o sumo bem, e digno de ser amado sobre todas as coisas. Ofereço minha vida, obras e trabalhos em satisfação de meus pecados. Proponho firmemente, com a ajuda de Vossa graça, fazer penitência, não voltar a pecar e fugir das ocasiões de pecado. Senhor, pelos méritos de Vossa Paixão e Morte, com os quais Vós expiastes por meus pecados, oferecendo uma dor tão grande e intensa, que vos fez suar Sangue, apiedai-vos de mim. Minha Mãe do Céu, alcançai-me de Jesus este suspirado perdão.

Oração de Invocação ao Espirito Santo – (Ditada em 28 de outubro de 2014)

Vinde, meu Deus Espirito Santo, através da Poderosa Intercessão do Coração Doloroso e Imaculado de Maria, vossa Amadíssima Esposa.

Vinde, meu Deus Espirito Santo, através da Poderosa Intercessão do Coração Doloroso e Imaculado de Maria, vossa Amadíssima Esposa.

Vinde, meu Deus Espirito Santo, através da Poderosa Intercessão do Coração Doloroso e Imaculado de Maria, vossa Amadíssima Esposa.

Oração

Vinde, Espirito Santo, enchei os corações de vossos fiéis e acendei neles o Fogo de vosso Amor.

V/. Enviai vosso Espirito e tudo será criado.

R/. E renovareis a face da terra.

Oremos: Ó Deus! Que iluminastes os corações de vossos filhos com a Luz do Espirito Santo, fazei-nos dóceis às suas Inspirações, para gostar sempre do bem e gozar de seu consolo. Por Jesus Cristo, nosso Senhor. Amém.

Oração ao Divino Espirito Santo – (Ditada pelo Coração Doloroso e Imaculado de Maria em 15 de agosto de 2014)

Divino Esposo de Maria Santíssima, meu Deus e Senhor Espírito Santo, acendei em cada alma o Fogo de um Novo Pentecostes, para que nos consagreis como Apóstolos do Coração Doloroso e Imaculado de Maria e apóstolos dos últimos tempos. Protegei com vossa Sombra a Igreja Católica; salvai a almas do mundo, e realizai o Reino Inflamado de Amor dos Corações Unidos de Jesus e Maria. Amém.

ORAÇÃO PELA INTENÇÃO DESTA HORA SANTA

Jesus, sou vosso pobre nada; a mais pequena de vossas criaturas. Mas em minha pequenez, eu reconheço, com a Assistência do Espirito Santo, vossa Grandeza e vosso Amor Infinito por mim, e desejo, com meu pequeno coração, render-vos todo o amor de meu coração, em reparação ao Vosso Amor Divino, tantas vezes rejeitado, esquecido e ignorado.

Eu, ingrata criatura, desejo consolar vosso Sagrado Coração Eucarístico, tantas vezes ofendido e traído, inclusive por vossos próprios amigos; adorar-vos no Santíssimo Sacramento, onde estais realmente presente, e dar-vos todo o amor e a reparação pelos pecados contra a Santa Eucaristia; pela apostasia generalizada; pela perda de consciência do pecado.

Jesus, em vossa Divina Vontade, quero consolar vosso Coração Manso e Humilde,

com minhas lágrimas de arrependimento, pelos pecados contra a pureza; pelo escândalo do mundo. Meu Amado Jesus, e unindo através do Espirito Santo, meu coração ao Vosso Sagrado Coração e aos Santíssimos Corações da Mamãe Maria e do Pai São José, quero reparar pelos pecados contra a família e a vida.

Jesus, quero acompanhar-vos no Getsêmani destes tempos, e Velar e orar para permanecer junto a Vós, durante toda vossa Dolorosa Paixão Eucarística, e assim, acompanhar a Santa Igreja, no Caminho da Cruz, orando e reparando por todos os Sacerdotes, Religiosos e todos os Batizados, membros de vosso Corpo Místico.

Ó Sagrado Coração de Jesus, que dissestes a Santa Margarida Maria!

”Faz reparação pela ingratidão dos homens. Dedica uma hora a oração, para aplacar a Divina Justiça; para implorar Misericórdia pelos pecadores; para honrar-Me; para consolar-Me em Meu amargo sofrimento, quando Me vi abandonado por meus Apóstolos, ao não velarem uma hora Comigo.”

Em vossa Divina Vontade, meu Adorável Jesus, quero reparar e consolar vosso Coração Eucarístico, pela dor que vos causaram os Apóstolos, ao deixar-vos só, e pelas numerosas horas e instantes, nas quais eu mesmo vos abandonei.

Peço-vos humildemente, perdoeis minha tibieza e frieza. De igual modo, imploro-vos, meu Divino Jesus Hóstia, por todos os pecadores, dos quais eu sou o primeiro, e assim consolar-vos em vosso contínuo Sofrimento.

Coração Dolorido de Jesus, permiti-me colocar na Sacratíssima Chaga de vosso Lado, um bálsamo de amor e ternura, e que com minha mortificação generosa e entrega perfeita, vele convosco e repare por vós. Amém.

ORAÇÃO AO CORAÇÃO DOLOROSO E IMACULADO DE MARIA

Doloroso e Imaculado Coração de Maria, Habitação Pura e Santa, cobri minha alma com vossa Maternal Proteção. Por este meio permanecerei fiel à voz de Jesus, e minha alma poderá corresponder ao seu Amor e obedecer a Sua Divina Vontade.

Ó minha Mãe, meu desejo é manter diante de minha vista, sem cessar, vossa participação de Corredentora! Com esta lembrança viverei intimamente unido ao vosso Coração Doloroso e Imaculado, que sempre permanece totalmente unido ao Sagrado Coração de vosso Divino Filho.

Pelos méritos de vossas Virtudes e Angústias, cravai-me neste Divino Coração, protegei-me agora e sempre. Amém.

Divino Coração, protegei-me agora e sempre. Amém.

CREDO DOS APÓSTOLOS

Creio em Deus, Pai Todo-poderoso, Criador do Céu e da terra. Creio em Jesus Cristo Seu único Filho, Nosso Senhor, que foi Concebido por Obra e Graça do Espirito Santo; nasceu de Santa Maria Virgem, padeceu sob o poder de Pôncio Pilatos; foi crucificado, morto e sepultado; desceu aos infernos; ao terceiro dia ressuscitou dentre os mortos; subiu aos Céus, e está sentado a Direita de Deus, Pai Todo-poderoso, de onde há de vir julgar os vivos e aos mortos. Creio no Espirito Santo, na Santa Igreja Católica, na Comunhão dos Santos, no perdão dos pecados, na ressurreição da carne e na Vida Eterna. Amém.

PRIMEIRA ESTAÇÃO

Soberano Senhor Sacramentado! Aqui está um pecador arrependido de haver quebrados Vossos Mandamentos, e de haver infringido vossas Leis Divinas. Aqui me tendes aos vossos pés, prostrado, e me pesa de haver-vos ofendido. Pequei Senhor. Caí em desgraça. Imploro vosso perdão. Dai-me vossa graça.

Pai Nosso

A Ave Maria dos Últimos Tempos:

Ave Maria, cheia de graças, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre todas as mulheres, e bendito é o Fruto do vosso Ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus e Mãe nossa, Corredentora das almas, rogai por nós pecadores, e derramai as graças eficazes da vossa Chama de Amor, de vosso Doloroso e Imaculado Coração sobre toda a humanidade, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Glória 

Jaculatória

Sagrado Coração de Jesus, venha a nós o Vosso Reino Eucarístico, através do Triunfo do Doloroso e Imaculado Coração de Maria, Nossa Mãe, na Divina Vontade, e o Triunfo da Cruz no Espirito Santo, estendendo a Chama de Amor Santo e Divino, em todos os corações. Amém.

Coração Doloroso e Imaculado de Maria, rogai por nós que nos refugiamos em Vós. Amém.

Santíssimo Sacramento, sejais Bendito e Louvado e Eternamente adorado. Ó Soberano Portento!

SEGUNDA ESTAÇÃO

De Vossa Misericórdia, Deus Piedoso, perdão espera minha alma arrependida. Pois sei que sois afável e bondoso, e gozais em vê-la convertida. A vós, Deus compassivo e generoso, prometo-vos a emenda de minha vida, e me pesa do tempo que passei ofendendo-vos. Ó Deus Sacramentado!

Pai Nosso

A Ave Maria dos Últimos Tempos:

Ave Maria, cheia de graças, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre todas as mulheres, e bendito é o Fruto do vosso Ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus e Mãe nossa, Corredentora das almas, rogai por nós pecadores, e derramai as graças eficazes da vossa Chama de Amor, de vosso Doloroso e Imaculado Coração sobre toda a humanidade, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Gloria

Jaculatória

Sagrado Coração de Jesus, venha a nós o Vosso Reino Eucarístico, através do Triunfo do Doloroso e Imaculado Coração de Maria, Nossa Mãe, na Divina Vontade, e o Triunfo da Cruz no Espirito Santo, estendendo a Chama de Amor Santo e Divino, em todos os corações. Amém.

Coração Doloroso e Imaculado de Maria, rogai por nós que nos refugiamos em Vós. Amém.

Santíssimo Sacramento, sejais Bendito e Louvado e Eternamente adorado. Ó Soberano Portento!

TERCEIRA ESTAÇÃO

Misericórdia, ó Deus Onipotente! Imploro humildemente: tende piedade de mim! E repito outra vez ingenuamente: Pesa-me, ó Deus, o quanto vos ofendi! Aos vossos Sagrados Pés, sinceramente, ofereço cumprir o que prometi. Já vedes que está meu coração contrito. Afirmai-me em vosso Amor, Deus Infinito!

Pai Nosso

A Ave Maria dos Últimos Tempos:

Ave Maria, cheia de graças, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre todas as mulheres, e bendito é o Fruto do vosso Ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus e Mãe nossa, Corredentora das almas, rogai por nós pecadores, e derramai as graças eficazes da vossa Chama de Amor, de vosso Doloroso e Imaculado Coração sobre toda a humanidade, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Gloria

Jaculatória

Sagrado Coração de Jesus, venha a nós o Vosso Reino Eucarístico, através do Triunfo do Doloroso e Imaculado Coração de Maria, Nossa Mãe, na Divina Vontade, e o Triunfo da Cruz no Espirito Santo, estendendo a Chama de Amor Santo e Divino, em todos os corações. Amém.

Coração Doloroso e Imaculado de Maria, rogai por nós que nos refugiamos em Vós. Amém.

Santíssimo Sacramento, sejais Bendito e Louvado e Eternamente adorado. Ó Soberano Portento!

QUARTA ESTAÇÃO

Em Vós, meu Deus, está meu pensamento; e absorta, contemplando-vos, minha alma. Iluminai, Senhor, meu entendimento; à minhas paixões, dai-lhes doce calma. De quanto vos ofendi, já me arrependo e me apresento com oliveira e palma, símbolos são da pura fé e concórdia. Misericórdia, ó Deus Misericórdia!

Pai Nosso

A Ave Maria dos Últimos Tempos:

Ave Maria, cheia de graças, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre todas as mulheres, e bendito é o Fruto do vosso Ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus e Mãe nossa, Corredentora das almas, rogai por nós pecadores, e derramai as graças eficazes da vossa Chama de Amor, de vosso Doloroso e Imaculado Coração sobre toda a humanidade, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Gloria

Jaculatória

Sagrado Coração de Jesus, venha a nós o Vosso Reino Eucarístico, através do Triunfo do Doloroso e Imaculado Coração de Maria, Nossa Mãe, na Divina Vontade, e o Triunfo da Cruz no Espirito Santo, estendendo a Chama de Amor Santo e Divino, em todos os corações. Amém.

Coração Doloroso e Imaculado de Maria, rogai por nós que nos refugiamos em Vós. Amém.

Santíssimo Sacramento, sejais Bendito e Louvado e Eternamente adorado. Ó Soberano Portento!

QUINTA ESTAÇÃO

Sinto um júbilo suave, um grande contentamento, prostrado diante desse Altar, considerando que estais, Senhor, nesse Sacramento; que é para meu Deus, para quem estou falando. Que grande majestade! Que grande portento! Ó que amável verdade estou degustando! Sacramento Divino, eu vos adoro; vos venero com fé. Vossa Graça imploro.

Pai Nosso

A Ave Maria dos Últimos Tempos:

Ave Maria, cheia de graças, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre todas as mulheres, e bendito é o Fruto do vosso Ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus e Mãe nossa, Corredentora das almas, rogai por nós pecadores, e derramai as graças eficazes da vossa Chama de Amor, de vosso Doloroso e Imaculado Coração sobre toda a humanidade, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Gloria

Jaculatória

Sagrado Coração de Jesus, venha a nós o Vosso Reino Eucarístico, através do Triunfo do Doloroso e Imaculado Coração de Maria, Nossa Mãe, na Divina Vontade, e o Triunfo da Cruz no Espirito Santo, estendendo a Chama de Amor Santo e Divino, em todos os corações. Amém.

Coração Doloroso e Imaculado de Maria, rogai por nós que nos refugiamos em Vós. Amém.

Santíssimo Sacramento, sejais Bendito e Louvado e Eternamente adorado. Ó Soberano Portento!

SEXTA ESTAÇÃO

Não é possível que exista neste solo, quem mereça carinho puro e fino como o que vos consagro, ó Deus do Céu! Só Vós sois meu amor, Jesus Divino. Vós sois meu Redentor e meu Consolo. Tudo quanto em Vós vejo é peregrino. Aliena-se minha alma ao contemplar-vos, e sinto grande prazer ao venerar-vos.

Pai Nosso

A Ave Maria dos Últimos Tempos:

Ave Maria, cheia de graças, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre todas as mulheres, e bendito é o Fruto do vosso Ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus e Mãe nossa, Corredentora das almas, rogai por nós pecadores, e derramai as graças eficazes da vossa Chama de Amor, de vosso Doloroso e Imaculado Coração sobre toda a humanidade, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Gloria

Jaculatória

Sagrado Coração de Jesus, venha a nós o Vosso Reino Eucarístico, através do Triunfo do Doloroso e Imaculado Coração de Maria, Nossa Mãe, na Divina Vontade, e o Triunfo da Cruz no Espirito Santo, estendendo a Chama de Amor Santo e Divino, em todos os corações. Amém.

Coração Doloroso e Imaculado de Maria, rogai por nós que nos refugiamos em Vós. Amém.

Santíssimo Sacramento, sejais Bendito e Louvado e Eternamente adorado. Ó Soberano Portento!

SÉTIMA ESTAÇÃO

Para pagar-vos, Senhor meu, em algo, o muito que pecando vos ofendi, é nada o que posso e o que valho. Mas vos direi, que já estou arrependido do mau viver. Por vossa Graça, meu Jesus, e em vossa Divina Vontade, poderei reparar por mim e por todos, ó Deus! Fortalecido para jejuar, orar, e em minha penitência estar, vivendo sempre vossas Leis Divinas.

Pai Nosso

A Ave Maria dos Últimos Tempos:

Ave Maria, cheia de graças, o Senhor é convosco, bendita sois Vós entre todas as mulheres, e bendito é o Fruto do vosso Ventre, Jesus.

Santa Maria, Mãe de Deus e Mãe nossa, Corredentora das almas, rogai por nós pecadores, e derramai as graças eficazes da vossa Chama de Amor, de vosso Doloroso e Imaculado Coração sobre toda a humanidade, agora e na hora de nossa morte. Amém.

Gloria

Jaculatória

Sagrado Coração de Jesus, venha a nós o Vosso Reino Eucarístico, através do Triunfo do Doloroso e Imaculado Coração de Maria, Nossa Mãe, na Divina Vontade, e o Triunfo da Cruz no Espirito Santo, estendendo a Chama de Amor Santo e Divino, em todos os corações. Amém.

Coração Doloroso e Imaculado de Maria, rogai por nós que nos refugiamos em Vós. Amém. Santíssimo Sacramento, sejais Bendito e Louvado e Eternamente adorado. Ó Soberano Portento!

OFERECIMENTO DA ESTAÇÃO

Em memória, Senhor, de Vossa Paixão, de Vossa Morte na Cruz Gloriosa, de Vossa Agonia, porque tanto se aflige a alma minha; eu vos ofereço, Senhor, esta Estação, que me guia para a salvação! Pois todos meus sentidos a porfia, com respeito, contentamento e alegria, se alienam em vossa contemplação. De um pecador contrito e humilhado, dignai-vos receber aqui esta oferenda. Concedei-me Vossas Graças, Deus amado, e vossa Misericórdia a mim desça, pois vos adoro, Senhor, com fé sincera e com fervor, minha alma vos venera. Amém.

Viva Jesus Sacramentado! Viva! E por todos, sejais muito amado!

Comunhão Espiritual do Apostolado

Creio, Jesus meu, que estais verdadeiramente presente no Santíssimo Sacramento do Altar. Amo-vos sobre todas as coisas, e desejo vivamente receber-vos dentro de minha alma, mas não podendo faze-lo agora sacramentalmente, vinde em Divina Vontade, espiritualmente ao meu coração. E como já vos recebi, abraço-vos e me uno todo a Vós, Senhor. Não permitais que jamais me aparte de Vós. Jesus meu, abraço-vos e estreito-vos fortemente em meu coração. Vós, abraçai-me e ficai em mim e eu em Vós. Mamãe e Rainha minha, dai graças a Jesus e oferecei-lhe por mim, os atos que Vós fizestes ao recebe-lo. Amém.

Consagração ao Sagrado Coração Eucarístico de Jesus

Sacratíssimo Coração de Jesus, verdadeiramente presente na Santa Eucaristia, consagro-vos meu corpo e alma, para ser inteiramente um com vosso Coração, sacrificado cada instante em todos os altares do mundo, e dando louvores ao Pai, implorando pela vinda de Seu Reino. Rogo que recebais esta humilde oferenda de meu ser. Utilizai-me como quereis, para a gloria do Pai e para a salvação das almas. Santíssima Mãe de Deus, não permitais que jamais me separe de Vosso Divino Filho. Rogo-vos, me defendais e protejais, como vosso filho especial. Amém.

Jaculatória Final

Sagrado Coração Eucarístico de Jesus,

Doloroso e Imaculado Coração de Maria,

Casto e Amante Coração de São José,

Triunfai e Reinai. Amém.

(3 vezes)

† Em Nome do Pai e do  Filho e do Espirito Santo. Amém.

************************

Share This:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.