2 de Agosto: Primeiro Domingo de Agosto – Festa de Deus Pai Terno e Misericordioso – 2a. Parte

Dia 23

Chamado de Amor e Conversão de DEUS PAI – 4 maio 2014

Tempos de Misericórdia

Querido filho: “Eu Sou” vosso Pai.

Filho Meu, estais vivendo tempos de graças e de misericórdia. Estou derramando sobre vocês Meu Amor, porque quero acender em vossas almas o Fogo do Amor Divino, para salvar todas as almas, deixando que Meu Amor, os encha. Filho: em verdade, te falo e te envio, para que acendas toda a humanidade com o Fogo do Amor Divino. (São Mateus 10, 34) Amém.

Manoel: O verdadeiro Apóstolo do Imaculado Coração de Maria é também o Apóstolo dos Últimos Tempos. São aqueles que realmente levam em seus corações o zelo pelo anúncio do Evangelho e da salvação de todas as almas. O Apóstolo é alegre, serviçal, transparente, humilde e obediente. Vive com amor a Sagrada Eucaristia; luta pelo triunfo de Jesus Cristo e sua Santa Igreja. Este Fogo do Amor Divino é o Fogo de um novo Pentecostes; um novo e eterno derramamento do Espirito Santo, que nos obterá Nossa Santíssima Mãe.

Meditação 23

No Chamado de Amor e de Conversão do Coração Doloroso e Imaculado de Maria de 7 de outubro de 2019, nossa Divina Mãe disse:

“Queridos filhos! Ao entregar-lhes a Ave Maria dos Últimos Tempos, o Céu não está mudando a Palavra de Deus e a tradição.Senão, que, na oração tradicional aumenta-se uma súplica ardente,pedindo a eficácia de Minha Corredenção e a vinda do Espirito Santo,que é o Fogo de Amor Vivo sobre a humanidade.”

Na Consagração a Deus Pai Terno e  Misericordioso, dada pelo próprio Deus Pai, Ele ensinou:

“Deus Pai Terno e Misericordioso, Vós quereis que todos vossos filhos regressem à Vós. Transformai com Vosso Divino Espirito e com o Coração da Mamãe Celestial, nossos corações. Assim como o fogo solidifica o barro, assim vosso Divino Fogo de Amor, através do Espirito Santo, venha solidificar nossa fé.”

E na oração ao Espirito Santo, que também foi revelada:

“Divino Espirito Santo, Esposo de Maria, meu Deus e Senhor,acendei em cada alma o Fogo de um Novo Pentecostes, para que nos consagremos como apóstolos do Doloroso e Imaculado Coração de Maria, e apóstolos dos Últimos Tempos. Protegei com Vossa Sombra a Igreja; salvai as almas do mundo, e realizai o Reino Inflamado de Amor dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e de Maria. Amém.”

Portanto, peçamos, com a Santíssima Virgem Maria, “a eficácia de Sua Corredenção e a vinda do Espirito Santo,que é o Fogo de Amor Vivo sobre a humanidade”, pois estamos vivendo Tempos de Misericórdia, conforme Deus Pai nos disse neste Chamado de Amor.

********************

Dia 24

Chamado de Amor e Conversão do Eterno Pai Yhavé

6 de agosto de 2014

Deus Pai: Escreve, filho Meu.

Filhinho Meu, muito amado. Eu Sou o Pai da Luz, que goza em tua pequenez. Assim, pequeno, oferece-me todo teu ser. Eu Sou Teu Pai Bem-amado. Filho, continua. Não te canses de transmitir Minhas Palavras.

Minhas Palavras, queiram ou não, serão Luz para estes tempos. Ó amor Meu, filho Meu, menina dos Meus Olhos: Eu teu Pai. Te amo. Amo aos homens.

Homens insensatos, que de manhã pensas na justiça, e de tarde, pensas no pecado. Até quando Me sereis fiéis? Minha Mão não suporta, e anseia descarregar e purificar Minha criação. Mas Minha Misericórdia é ainda maior e espero uma resposta de Meus filhos.

Diz-lhes, místico de teu Pai (ABBA), conversão é o que quero, santidade e perfeição. Te amo e te ama Tua Amada e Bendita Mãe Maria. Amém.

Lê e ora com o Salmo 25.

********************

Meditação 24

Todos somos testemunhas dos tempos de tribulação que já estamos vivendo. O quadro é realmente apocalíptico. Mas a maioria dos homens segue ignorando Deus, ignorando Sua Santa Palavra dada nas Sagradas Escrituras e na Sagrada Tradição da Igreja Católica.

Neste Chamado de Amor, Deus Pai é muito claro: “conversão é o que quero, santidade e perfeição.”

No Sermão da Montanha, o Senhor Jesus insistiu na conversão do coração.

Mas que significa essa conversão?

O Catecismo no número 2608, nos diz que a Conversão do Coração é a “reconciliação com o irmão antes de apresentar nossa oferenda no altar, a oração ao Pai, ‘em segredo’ (Mt 6,6), a não multiplicação das palavras, o perdão do fundo do coração na oração, a pureza do coração e a busca do Reino. Essa conversão é inteiramente orientada para o Pai. É filial.”

Essa conversão do coração, exige uma penitência interior. Isto é, temos de orientar toda nossa vida, para um retorno, uma conversão para Deus, com todo nosso coração, de modo consciente; fazermos uma ruptura com o pecado, detestarmos o mal, e recusar às más obras que cometemos. Paralelamente, essa conversão, significa o desejo e a resolução de mudar de vida, com a esperança da misericórdia divina e a confiança na ajuda de sua graça, segundo o Catecismo, números 1430 e 1431.

Nós sabemos como é nosso dia. Levantamos pela manhã e já começamos a nos envolver nas atividades quotidianas, mas também nos deixamos arrastar pelas seduções do inimigo, que domina o mundo. Pois São João 5, 19 nos diz que “o mundo inteiro está sob o poder do maligno.”

É urgente que façamos uma parada nessa corrida louca de nosso dia a dia, que está levando a maioria para o abismo eterno, já que não permite pararmos para refletir, que o rumo que imprimimos em nossa vida, não nos conduz para Deus. Mas, afasta cada vez mais de Deus.

Daí Deus Pai dizer neste Chamado de Amor: “Homens insensatos, que de manhã pensas na justiça, e de tarde, pensas no pecado. Até quando Me sereis fiéis? Minha Mão não suporta, e anseia descarregar e purificar Minha criação. Mas Minha Misericórdia é ainda maior e espero uma resposta de Meus filhos.

Deus Pai está nos alertando. Mostrando Sua Misericórdia. Mas depende de nós aceitarmos esse convite à conversão, e cumprirmos os Mandamentos de Deus, que é onde Ele expressa sua Divina Vontade. Porém isto só é possível enquanto ainda estivermos aqui nesta terra. Após nossa páscoa para a eternidade, não mais será possível.

A partir da morte, vem o Juízo Particular, que o Catecismo, no número 1022, explica: “cada homem recebe em sua alma imortal a retribuição eterna, a partir do momento da morte, num Juízo Particular, que coloca sua vida em relação  à vida de Cristo, seja por meio de uma purificação (que é o purgatório), seja para entrar de imediato na felicidade do céu, seja para condenar-se de imediato, para sempre.”

Portanto, a hora de nos convertermos é agora. Depois será tarde demais.

Amém.

********************

Dia 25

Chamado de Amor e Conversão de DEUS PAI – 15 de maio de 2014

Um DEUS enamorado de suas criaturas

Queridos filhos! Almas Minhas!

“Eu Sou” vosso Deus. Eu Sou vosso Pai, Quem vos ama, com seu eterno, e vos abraça, em Meu insondável coração.

Queridos filhos! Eu Sou vosso Criador. Reconhecem-Me? Deve a alma, devem Meus filhos, reconhecer ao seu DEUS e criador.Criados foram para o amor, e no amor, cada Apóstolo do Coração Doloroso e Imaculado de Minha amantíssima Filha, deve amar. Amando, é como a alma se adere à Minha Divina vontade.

Filhos Meus! Quando a alma Me ama, ama Minha Sagrada Vontade. E Minha Vontade está manifestada na Sagrada Escritura. Ao Meu unigênito Filho, feito palavra e feito carne, agora feito Pão e Vinho, em cada Altar Eucarístico.

Filhos! Se Me amam, cumprem Meus mandamentos, nascidos do Meu Amor Santo e Divino, para cada um de vocês; e assim, a alma, em consequência, ama Meus mandamentos e os cumprirá. Uma alma assim, é humilde e simples; arrebata uma infinidade de graças de Minha eterna bondade. Amem-me, que Eu vos amo. Eu Sou vosso eterno enamorado. Enamorado de Minhas criaturas, às quais abrigo neste tempos de misericórdia.

Com amor, vosso Pai e vosso DEUS YAHVE, “Eu Sou” o eterno enamorado; o amor pleno; o amor entregue ao mundo em Meu Filho Cristo Jesus.

Abençoo-os: Em Nome do Pai, e do Filho, e do Espirito Santo. Amém. Ave Maria Puríssima, sem pecado concebida.

MEDITAÇÃO 25

Mesmo depois da rebeldia de nossos primeiros pais Adão e Eva, Deus seguiu manifestando seu Amor às criaturas por Ele criadas. Pois todas as criaturas foram feitas por Deus com amor.

Só que isto, a maioria de nós pode não perceber, pela ocupação com os afazeres diários, e pela sedução do mundo, que não nos deixam lembrar que temos uma alma, a qual poderá se perder eternamente no abismo eterno.

É urgente, então, que encontremos tempo no nosso dia a dia, para parar e ler a Sagrada Escritura; ler os Chamados de Amor, que nada mais fazem do que explicar a Sagrada Escritura.

Neste Chamado de Amor, Deus Pai nos dá o roteiro que devemos seguir:

1 – Reconhecer nosso Deus Criador, que nos ama mais do que uma mãe da terra.

2 – Ter presente que fomos criados por amor e para o amor.

3 – Como Apóstolos do Coração Doloroso e Imaculado de Maria Santíssima, devemos amar.

4 – Amando, é como a alma adere à Divina Vontade de Deus.

5 – Amando a Deus, a alma cumpre os mandamentos de Deus.

6 – Em consequência, essa alma amará os mandamentos de Deus, e os cumprirá.

7 – Ao fazermos tudo isto, seremos uma alma humilde e simples, do agrado de Deus Pai.

8 – Uma alma simples e humilde, arrebatará uma infinidade de graças da eterna bondade de Deus Pai, conforme Ele mesmo declara neste Chamado de Amor.

Portanto, não desprezemos os momentos que restam de nossa vida, e a misericórdia que Deus nos concede, para fazermos nossa urgente conversão.

Ave Maria Puríssima, sem pecado concebida.

*********************

Dia 26

Chamado de Amor e Conversão do Eterno Pai Yahweh

29 de maio de 2014

Como devem ser os sacerdotes nascidos do Ventre Puríssimo e Imaculado de minha Santa Filha.

Meu menino! Teu Deus te fala, Javé teu Pai, aquele que te ama, desde o princípio te amei …

Filho! Em meu Eterno Coração, Eu já havia pensado na criação de um precioso Tabernáculo, não só de matéria, mas de carne, de carne para santificar toda a carne.

Filhinho, esse Tabernáculo é o Ventre da minha Santa e Preciosa Filha; de tua Santa Mãe, a quem tanto amas e tantos desejos tens de amar.

Hoje, meu precioso filho, quero falar-te sobre meus destinatários, arautos do Rei, e missionários do meu Amor; administradores dos meus Dons e Misericórdia. Filho, eles são os sacerdotes.

Cada sacerdote foi escolhido desde o princípio por Mim, porque O amei antes que seus pais, antes que seus filhos espirituais, o conhecessem.

Como desejo acender neles o Fogo do Amor Divino! Fogo que os farão piedosos, santos e puros. Fogo que vai consagrar, purificar e libertar.

Cada ministro de meu altar deve ser em tudo, santo, santo, santo porque nele vejo meu Filho. Nele vejo meu Servo, o grande Servo de Yahweh, revelado por mim no livro do Santo Profeta Isaías.

Leiam, meus queridos sacerdotes, os cantos do Servo de Yahweh, no Livro de Isaías. Como me dói meu enamorado Coração, por ver padres tão tíbios, sem tomar consciência de que sua missão não é explicar o mundo; é salvar almas. E quantas almas estão se condenando com suas vidas e ensinamentos!

Sacerdotes, regressai para Mim, que Eu vos amo e perdoarei todos os vossos pecados e falhas. Meu inimigo goza com os sacerdotes frios, sérios em seu dever, não de salvar almas, mas de encontrar a ciência mundana e pagã, onde não encontrarão Minha Verdade.

Por isso, filhos meus, muitos se frustram e se arrependem do caminho que tomaram.

Meu sacerdócio não é saber muito, mas amar muito, para entregar-se aos meus pobres filhos pecadores.

Hoje chamo os ministros do meu Filho, sacerdotes do Meu Coração, que se formem por Mim no Puro Ventre Puríssimo de Minha Santa Filha.

Os sacerdotes nascidos do Ventre Puríssimo de minha Filha, são sacerdotes conscientes de sua missão de reconciliar o mundo e as almas Comigo, seu Deus. Eles são piedosos, puros e pulcros, pois amam tanto seus ministérios e me reconhecem realmente na Sagrada Eucaristia.

Devo lembrar, filho, que onde está meu Filho Jesus Cristo, ali estou Eu.

Do Ventre Puríssimo de minha Filha, estão formados sacerdotes santos, espirituais, mas não carnais; inocentes, mas não sábios nas coisas do mundo, mas em minha Ciência Divina Ciência.

Seu único ensinamento é fazer conhecer às almas que Eu as amo. Necessito de sacerdotes piedosos, marianos e eucarísticos. Salvai com vossas orações as almas sacerdotais.

Hoje te falou o Pai Sacerdotal, aquele que se alegra nos sacerdotes, como Melquisedeq, (sacerdote do meu Coração) que honra e glorifica os sacerdotes fiéis aos Meus verdadeiros ensinamentos; que cada necessidade Minha está em seus corações sacerdotais. Amo-vos, sacerdotes, e a ti, meu instrumento também. Amém. Ave Maria Pura, concebida sem pecado.

************************

MEDITAÇÃO 26

Como devem ser os sacerdotes nascidos do Ventre Puríssimo e Imaculado de minha Santa Filha

Cristo, sumo sacerdote e único mediador, fez da Igreja “um Reino de sacerdotes para Deus, seu Pai.” (Apocalipse, 1, 6; 5, 9-10)

Embora toda a comunidade de fiéis seja sacerdotal, os fiéis exercem seu sacerdócio batismal, por meio da sua participação, cada qual segundo sua vocação. (Catecismo 1546)

Mas, o Sacerdócio a que Deus Pai se refere neste Chamado de Amor é o Sacerdócio Ministerial ou hierárquico, dos bispos e dos presbíteros. (Catecismo, 1547)

Por isso Deus Pai dizer: Hoje, meu precioso filho, quero falar-te sobre meus destinatários, arautos do Rei, e missionários do meu Amor; administradores dos meus Dons e Misericórdia. Filho, eles são os sacerdotes.

Por serem “arautos do Rei” Jesus, e “missionários do amor de Deus Pai”, é que os sacerdotes necessitam ter ”o Fogo do Amor Divino! Fogo que os farão piedosos, santos e puros. Fogo que vai consagrar, purificar e libertar.”

Lamentavelmente, há muitos anos, somos testemunhas do que Deus Pai narra, de vermos sacerdotes tão tíbios, sem tomar consciência de que sua missão não é explicar o mundo; mas de salvar almas. E quantas almas estão se condenando com suas vidas e ensinamentos! Sacerdotes frios, sérios em seu dever, não de salvar almas, mas de encontrar a ciência mundana e pagã, onde não encontrarão Minha Verdade.”

Quando, na verdade, em uma direção totalmente oposta a essa, “osacerdócio – de Deus – não é saber muito, mas amar muito, para entregar-se aos meus pobres filhos pecadores,” como diz Deus Pai.

E a maneira de mudar esta triste situação, é dada pelo mesmo Deus Pai: que os sacerdotes sejam formados por Ele no Puro Ventre Puríssimo da Santíssima Virgem Maria.

Oremos para que a Divina Vontade de Deus Pai, manifestada neste Chamado de Amor se cumpra sobre os Sacerdotes, para que, “nascidos do Ventre Puríssimo da Santíssima Virgem Maria, sejam sacerdotes conscientes de sua missão de reconciliar o mundo e as almas com Deus. Que eles sejam piedosos, puros e pulcros, pois amarão tanto seus ministérios e reconhecerão Deus Pai realmente na Sagrada Eucaristia.”

Ave Maria puríssima, sem pecado concebida. Amém.

********************

PRÓXIMA PÁGINA Página 5

 

Share This:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.