As Moradas de Perfeição, Caminho de Santidade – Santa Teresa de Jesus (de Ávila) no Apostolado dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e de Maria

As Moradas de Perfeição

 

  Artigo da Vice Coordenação Mundial deste Apostolado

22.06.2020

PDF do Artigo – Português

PDF del Articulo – Español

Queridos irmãos apóstolos!

Caminhamos por três semanas, obedientemente, orando a Coroa de Perfeição; este presente da Misericórdia Divina sobre a humanidade; um tesouro que nos impulsiona para uma conversão mais profunda, e o caminho que nos leva à união perfeita com Deus Pai Terno e Misericordioso.

O fizemos como foi pedido nos Chamados de Amor e de Conversão de 14 e 15 de junho de 2019 pelos Sagrados corações Unidos, ontem (21.06.2020) novamente publicados; e guiados com os Chamados de Amor e de Conversão de nossa Santa Patrona Santa Teresa de Jesus, e entregues através dos anos ao irmão Manuel de Jesus, para o benefício de nossas almas, e para de todos aqueles, aos que lhes possam chegar. Há muitos escritos sobre o tema. Volumes imensos, o que indica a vastidão do tema, e porque não dizer, a dificuldade em entende-los. Hoje compartilhamos este pequeno artigo com o desejo de que, na Divina Vontade, possa ajudar-nos a aumentar a concepção do significado místico e das moralidades que a Seráfica Doutora da Igreja, Santa Teresa, nos explicou.

*******************

AS MORADAS DE PERFEIÇÃO

Na casa do meu pai há muitas mansões

Santa Teresa de Jesus, doutora da Igreja, na última obra que escreveu em 1577, fala das moradas (ou o castelo interior). Ela os imagina como 7 círculos concêntricos, que são 7 estágios pelos quais a alma passa até alcançar a união mais perfeita com Deus.

Esses estágios de santidade, só se abrem aos homens, através da Graça, e, portanto, sua origem está no Sacrifício de Jesus. Daí que Jesus fale de “preparar um lugar”, no Evangelho de João, isto é, um séries de moradas ou estágios de evolução spiritual, que se começam a viver já na Terra, e que terão sua culminação no Céu, junto com Jesus. E tanto mais próximo de Jesus, mais longe a alma tenha chegado a alma na terra tanto como sua santificação.

As três primeiras moradas do processo espiritual (morada 1, 2 e 3) são “ascéticas”, isto é, dependem de esforço pessoal, embora, como diria Teresa, a ajuda de Deus sempre é necessária em tudo o que fazemos.

As três últimas moradas (5, 6 e 7) são “místicas”, “passivas” e “sobrenaturais”, isto é, a alma não pode alcançá-las através de seus próprios esforços, mas depende exclusivamente da atividade direta de Deus. Nestas três habitações finais, na contemplação dada por Deus, a alma se une misticamente a Ele e se transforma Nele.

A quarta morada ocupa um espaço intermediário entre o natural (as três primeiras fases que são ativas ou ascéticas) e o sobrenatural (as três últimas fases, passivas ou místicas).

Essas moradas, em seu mais alto grau, só podem ser alcançadas pela Graça, ou seja, requerem o auxilio do Sagrado Coração de Jesus e do Imaculado Coração de Maria, dispensadora de todas as Graças à humanidade, mediante sua intercessão à Santíssima Trindade. A porta para entrar nessas moradas é a oração, e em cada morada se exercita um tipo de oração determinado:

  • Primeira Morada: oração vocal-mental
  • Segunda Morada: oração discursiva-afetiva
  • Terceira Morada: recolhimento ativo-passivo
  • Quarta Morada: oração de quietude
  • Quinta Morada: oração de união simples
  • Sexta Morada: desposório espiritual
  • Sétima Morada: matrimônio espiritual

Como não poderia ser, a origem das Moradas de Perfeição é bíblica.

Jo 14,1 – “Não se turbe vosso coração. Credes em Deus: credes também em mim.”

2 Na casa de meu Pai há muitas moradas;

senão, nos vos haveria dito

que vou preparar-vos um lugar.

3 e quando tenha ido e vos tenha preparado um lugar,

voltarei e vos tomarei comigo,

para que onde este eu

estejais também vós.

Em algumas traduções da Bíblia, fala-se em “mansões”, em outras “moradas”.

Com sua Paixão, Morte e Ressurreição, Jesus abre o Reino dos Céus aos homens.

O Pecado Original havia fechado o paraíso e a vida da Graça para a humanidade; e Cristo restitui essa Graça, livrando-nos do Pecado Original, por meio do Batismo, e do pecado em geral, por meio dos Sacramentos e a assistência do Espirito Santo.

Este é o caminho que nos abriu Jesus na Cruz. Seu Sagrado Coração manando sangue e água, e o Imaculado Coração de Maria, que está unido ao Seu, ao pé da Cruz.

Como Santa Teresa nos dizia em 16 de julho de 2019, o primeiro a percorrer esse caminho de perfeição nos Sagrados Corações de Jesus e Maria foi São José, que viveu sua vida terrena a serviço dos Sagrados Corações de Jesus e Maria.

“O grande dom que salvou a humanidade é o sacrifício de Jesus Cristo na Cruz: o grande Dom da Redenção. Mas o Apostolado brota desse Amor Misericordioso de Jesus. Jesus deseja ser conhecido, ouvido e amado como o Sagrado Coração Eucarístico de Jesus. Ele é o Cordeiro de Deus que reinará. E, nessa espiritualidade do Apostolado, entregou um caminho de santidade: os Aposentos da Perfeição. Cada Aposento é um grau em que a alma avança, assistida pelo Espírito Santo, para a mais alta santidade. »

Como nos dizia Santa Teresa em 16 de julho de 2019, o primeiro a percorrer este caminho de perfeição nos Sagrados Corações de Jesus e de Maria, foi São José, que viveu sua vida terrena ao serviço dos Sagrados Corações de Jesus e de Maria.

“O grande Dom que salvou a humanidade, é o sacrifício de Jesus Cristo na Cruz: o grande Dom da Redenção.

Mas o Apostolado brota desse Amor Misericordioso de Jesus. Jesus deseja ser conhecido, escutado e amado, como o Sagrado Coração Eucarístico de Jesus. Ele é o Cordeiro de Deus, que reinará. E, nesta espiritualidade do Apostolado, foi-lhes entregue um caminho de santidade: os Aposentos de Perfeição. Cada Aposento, é um grau que a alma avança, assistida pelo Espirito Santo, à mais alta santidade.”

Santa Teresa de Jesus e o Espirito Santo

Santa Teresa de Jesus, em seu Chamado de Amor e de Conversão de 14 de maio de 2018, indicava que: “O Espirito Santo tem sido o Deus desconhecido.” Mas para ela, o Espirito Santo não foi um Deus desconhecido.

A primeira lembrança de sua relação com o Espirito Santo, na vida de Santa Teresa, foi a reza do hino do “Veni Creator”, e é aí, onde recebe uma das primeiras graças místicas, ouvindo a voz do Senhor, e recebendo a cura de sua grande debilidade, a afetividade. Durante toda sua vida, a presença da pomba, representando o Espirito Santo, é uma constante na vida de Teresa, e o Céu, quis que seja ela, a Guia e instrutora nestes últimos tempos, do caminho que a alma deve transitar com paciência e perseverança, para chegar à santidade.

Estas Moradas da Perfeição, são os estados e os graus da vida espiritual, que a alma percorre, até unir-se plenamente, já desde a terra, com Deus. Essas Moradas estão plenamente abertas dentro dos Sagrados Corações de Jesus e de Maria.

15 outubro 2017 – Chamado de Amor e de conversão de Santa Teresa de Jesus

“Seja louvado Jesus Cristo e Sua Santíssima Mãe do Carmo!

Pequeno carmelita, Elias, consolador do Pai: Deus nos une. São Graças de Sua Majestade, o Senhor.

Deus agora nos faz encontrarmo-nos neste Tempo de Graça e de Misericórdia, para que te guie e te ensine como interiorizar na vida espiritual, e avançar assim a Obra que Deus já começou, mas que deseja dar-lhe impulso e força, para chegar até essa etapa espiritual em que este Apostolado será a Obra que leve a Grande Evangelização da Terra.

Obra que já foi profetizada e desejada por Santos e Mártires, devotos de Jesus e de Maria.

Mas, carmelita, a Obra já está aqui, e é o Apostolado.

Pequeno carmelita, pouco a pouco o Céu, com minha intercessão, te dará, guiará e ensinará nos autênticos Aposentos que uma alma percorre dentro dos Sagrados Corações de Jesus e de Maria.

Agora estaremos unidos. Nossa Senhora do Monte Carmelo, São José, meu conselheiro, e eu Santa Teresa de Jesus te amamos e te abençoamos. Junto comigo iremos percorrendo cada Morada dos Sagrados Corações. Esta caminhada exige muita paciência e perseverança. Estas virtudes lhes dará o Amor, se percorrem estas Moradas e aprendem com Amor.”

Santa Teresa nos revelava em 22 de janeiro de 2019, a finalidade deste caminho de santidade, que é a união com Deus:

“Este caminho de santidade para os apóstolos dos Últimos Tempo, é o percurso espiritual através dos aposentos de perfeição dos Sagrados Corações de Jesus, de Maria e José e do Espirito Santo.

Nesta senda espiritual, e avançando por cada aposento de santidade, as almas se esvaziam delas mesmas, para encher-se de Deus, e chegar ao anelo mais profundo de Deus, que é intercambiar Coração-a-coração, Vontade-a-vontade, entre Deus e a criatura.

Todo apóstolo dos Sagrados Corações deve aspirar e caminhar até chegar a esse intercambio com a Divina Vontade, onde a criatura já não vive de sua humana vontade, senão da perfeita vida de Deus.

Orem a Coroa de Perfeição dos Sagrados Corações, para que avancem neste itinerário espiritual para a santidade.”

E este caminho não é novo, como nos recordava Santa Teresa em 20 de abril de 2020:

“Todos os santos, cada um, desde sua espiritualidade, viveram um itinerário espiritual comum: os Aposentos de Perfeição. Cada um, segundo a missão que Deus lhes confiou, percorreu o Caminho da perfeição, e este caminho de perfeição cristã, são os Aposentos dos Sagrados Corações Unidos. Pois neste caminho se forjam os Santos (Salmos 119,1) e o Senhor e Patriarca São José, foi o primeiro a vive-lo.”

E o corroborava São João Paulo II, em 18 de maio de 2020:

“Os Aposentos dos Corações Unidos são o Evangelho feito caminho, e um caminho spiritual marcado pelas sete etapas, sete estados, que a alma progride espiritualmente (Hebreus 10, 39).

Eu João Paulo II, vivi os aposentos dos Sagrados Corações Unidos.”

As Preliminares

Entrar nestes Aposentos, através dos Sagrados Corações de Jesus e de Maria, é um Chamado de Deus para todas as almas. Mas não todas respondem. E inclusive, por muitos anos, na vida cristã, ou por muitos conhecimentos na vida espiritual, muito poucos são os que se atrevem com a humildade a aceitar este Convite de Deus.

E, para entrar neste caminhar, é Deus quem chama. E a alma, fazendo um verdadeiro ato de fé, de humildade e de obediência, certa e confiada de que Deus a ama, dá seu “sim”; sente-se amada; sente-se desejada; sente-se aceita pelo Amor Divino, e dá seu “si” a esta transformação; a este caminhar; a esta peregrinação espiritual.

A alma que perdeu o sentido do Amor; a alma que perdeu o sentido, o horizonte da Cruz de Cristo; a alma que esqueceu que é amada infinitamente por Deus, dificilmente aceitará este convite.

Somente no Amor, está o segredo para começar a desejar ser santo!

O primeiro passo para este sendeiro espiritual é a humildade, reconhecimento do pecado, desejo de santidade. Quer dizer, tudo o contrário ao orgulho e à soberba da vida.

Ainda que o homem tenha necessidade do Absoluto, da Verdade, na maioria das vezes, procura essa Verdade, não na fonte da Verdade, que é Deus, senão que em outras partes. Segundo Santa Teresa (6 Novembro 2017) existem três tipos de almas:

  • Umas almas que conheceram a Verdade, se afastam dela, porque lhes exige radicalidade e retidão.
  • Outras almas, com anseios da Verdade, querem converter-se em deuses. Perdem-se estas almas pela soberba e o orgulho. Como aconteceu com os que fizeram construir a Torre de Babel.
  • Outras almas querem buscar e creem que encontraram a Verdade, seguindo crenças, religiões e práticas contrárias à própria Verdade.

6 de novembro 2017 – Chamado de Amor e de Conversão de Santa Teresa de Jesus

“Carmelita: a humanidade aspira a Deus; anseia a Verdade; quer encontrar-se com o Absoluto, mas o coração humano é tão orgulhoso para reconhecer que lhe faz falta encontrar a Deus. Mas as almas que reconhecem a ausência de Deus e anseiam Sua Presença, dão o consentimento para que Deus, por meio de Seu Espirito, comece a conduzi-las pela Senda da Vida e pelas Moradas do Reino.”

Nos Chamados de Amor e de Conversão de 4 de dezembro de 2017, Santa Teresa expressava como São José representa o modelo de coração, que se necessita para iniciar o caminho para a santidade.

O humilde recebe o Amor. O humilde dá o amor. O coração que não é humilde, dificilmente avançará, porque este Caminho de Santidade é um caminho para os humildes.

Vejam o modelo de São José: Coração humilde. Coração simples. Coração de silêncio. Coração de serviço. Coração de que amou. Ele, o Glorioso Patriarca, será quem os conduzirá por este Caminho de Santidade.

E, se escutarem com atenção minha Mensagem, e praticam o que neste Chamado lhes ensino, avançarão rapidamente para as Moradas da Perfeição, que se encontram plenamente nos Sagrados Corações de Jesus e de Maria. São José é o iniciador deste Caminho. Sigam-no!

Que a letargia, que a preguiça, e que a debilidade humana, que sempre é a escusa das almas medrosas, não os detenha.”

É necessário, portanto, limpar o coração, purifica-lo. Para avançar pelo caminho da perfeição e da santidade, há que eliminar do coração as coisas negativas: a dor, o ódio, o medo, a desconfiança, a tristeza.

Todos estes aspectos, que não vem de Deus, paralisam o coração e fazem que se detenha seu avanço. E neste caminho, São José, como o iniciador deste caminhar é também o protetor, o conselheiro e o companheiro que ajuda as almas a avançar na vida espiritual.

As Etapas

Santa Teresa de Jesus, em seu Chamados de Amor e de Conversão de 29 de janeiro de 2019, resumia perfeitamente as etapas pelas quais a alma transita até sua união com Deus.

“O Espirito Santo, como Primeiro Aposento, leva ao Coração de São José. O Pai São José, como modelo de apóstolo, e escravo de amor a Jesus por Maria, guia as almas ao Coração de Sua Santíssima Esposa Virgem.

A Mãe Maria leva seus filhos a encontrar-se, a conhecer e a enamorar-se do Filho. E quem vê o Filho, vê o Pai. E estando na Presença Trinitária, a alma se despoja por puro amor, para viver totalmente a misericórdia que se lhe mostrou. Voluntariamente, a alma ao ser inundada do Amor de Deus, renuncia a ela mesma, para viver da Vontade Divina, que é o Amor Misericordioso e Infinito de Deus em ação. É dizer, Vontade Obrante de Deus.”

Primeiro Aposento: o Espirito Santo

Clamem, orem e peçam a primeira morada, que é o Dom do Espirito Santo.

“Divino Espirito, movei minha alma ao arrependimento e revelai-me o Infinito Amor de Deus, e iluminai minha vida para ser agradável aos Olhos de Deus.”

O primeiro passo para a conversão, é a iluminação da consciência, por meio do Espirito Santo. Há que pedir que este Espirito de Deus ilumine nossas mentes e corações, para poder ver todos nossos pecados, e arrependidos e humilhados, pedir perdão, confessá-los no Sacramento da Penitência e mudar de vida.

São José nos dava esse conselho em 8 de novembro de 2017:

“Examinem-se à luz de nossos Últimos Chamados de Amor e de Conversão. Façam constantemente o exame de consciência à luz do Evangelho e de nossos Últimos Chamados. Preparem-se assim para uma boa confissão. Fazendo isto, viverão uma iluminação de consciência particular que dará muitos benefícios aos vossos corações.”

O Espirito Santo, com fogo e com luz, fere suavemente a alma do picador, abrindo-lhe o coração, para que possa receber a luz na escuridão que há no coração.

A ferida é um Ato de Amor de Deus. Deve abrir o coração por meio da Verdade; e quando a Luz da Verdade entrou no fundo do coração, revelam-se à alma, todos os males que cometeu, compartilhou e guardou.

O Primeiro Aposento é o Espirito Santo. Pois é Ele mesmo quem conduz a alma na Vida da Graça, alimentando-a de todas as Luzes Divinas. É este primeiro Aposento, onde a alma começa seu caminho de santidade.

É necessário invocar a ajuda e assistência do Espirito Santo. A primeira ação que provoca o Espirito Santo na alma que se deixa encontrar por Ele, é a conversão. A conversão e a dor profunda de haver ofendido a Deus, é o primeiro passo para regressar ao Coração de Jesus.

Disse Santa Teresa no Chamado de Amor e de Conversão de 13 de março de 2018:

“Almas: na primeira morada da santidade, ou o primeiro passo para a conversão à vida cristã, é o Espirito Santo. O Espirito Santo ilumina a consciência e o coração, de maneira que o coração humano pode distinguir o bom do mau; a graça do pecado. E as almas que desejam converter-se ao Senhor, não se põem obstinadas em seus pecados, senão que humildemente os reconhecem e pedem ao Senhor perdão, e recebem a absolvição de seus culpas. E o Espirito Santo, com o dom da fortaleza, ajuda a alma que se proponha a não pecar mais.

Assim no caminho da santidade existe a primeira porta e é o Espirito Santo que ilumina, que guia, que dirige e que move o coração humano para arrepender-se de seu pecado e convida a viver na graça santificante.

Peçam ao Espirito Santo que lhes ajude a caminhar em uma conversão sincera; um arrependimento honesto; uma vida agradecida com a Infinita Misericórdia do Pai, manifestada em Seu Filho Jesus.”

Nesta Primeira Morada, onde a alma começa o caminho de santidade, é importante meditar, com a ajuda do Espirito Divino, a Paixão Dolorosa de Nosso Senhor Jesus Cristo (convite tantas vezes pedido por Nossa Mãe, em todas suas Manifestações). Esta meditação da alma, esta oração profunda e em silêncio, iluminada pelo Espirito de Deus, toma consciência do Sofrimento de Jesus; reconhece que Jesus padeceu por nossos pecados, humilhou-se até a morte, para salvar-nos.

Em seu Chamado de Amor e de Conversão de 27 de março de 2018, Santa Teresa convida-nos a contemplar as Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo, para que nos demos conta de que foram causadas por nós, e nos leve à compaixão e ao arrependimento:

“Alma: pensas um pouco na Paixão de Jesus. Ou melhor dizendo, não pensas absolutamente nada sobre a Paixão de teu Senhor. Olha-o na Cruz. E por tua causa está na Cruz. E ao ver suas Feridas, arrepende-te. Muda.

  • Pelas Feridas de Sua Cabeça: deixa de vagar em tua mente em pensamentos vãos.
  • Pelas Feridas de Seus Lábios: deixa de flagelar teu irmão com tua língua. Priva-te das palavras ofensivas. Priva-te das queixas. Priva-te do muito falar e fala somente o necessário.
  • Pelas Feridas de Seus Ombros e Costas, carrega tua cruz. Vive os Mandamentos da Lei de Deus. Põe em prática estes Últimos Chamados à Humanidade.
  • Pelas Feridas de Seus Joelhos: humilha-te, confessa teus pecados.
  • Pelas Feridas de Suas Mãos: deixa já de atuar como o mundo atua. Deixa já de afanar-te (Nota do Tradutor: “afanar” tem significado de “trabalhar ativamente”, “com afã”) pelo que o mundo quer que te afanes. Deixa já de trabalhar por algo sem sentido.
  • Pelas Feridas de Seus Pés: muda teu caminhar. Arrepende-te. Muda de vida. Não dês mais passos para o inferno.

Para! Escuta! Examina-te e muda de vida! E deixa que a Ferida de Seu Lado, com a Torrente de Sua Misericórdia, te purifique, te restaure, te limpe e te cure.

Neste Primeiro Aposento, o Espirito Santo te revelará a Paixão do teu Senhor, para que te arrependas.

Mas não é só arrepender-se, pedir perdão. É necessário reparar como nos indicava Santa Teresa em 20 de fevereiro de 2018:

“Neste Primeiro Aposento dos Sagrados Corações, a alma é ajudada pelo Espirito de Deus; encontra-se com o Espirito Santo; é iluminada em seu caminhar; reconhece o bem que deve fazer; reconhece o mal de suas ações, que pode reparar. Porque não é só pedir perdão. É também reparar o dano feito. Por exemplo, almas: se alguém destrói uma casa, e pede perdão ao dono da casa, não fez nada. Em troca, se pede perdão ao dono da casa, mas além disto a constrói novamente, para reparar o dano que fez, já fez tudo.

Queridos filhos do Coração de Jesus: não é só pedir perdão. É também reparar o mal que tenham feito. E, neste Primeiro Estado, a alma ajudada pelo Espirito Santo, o consegue. Ao entrar neste Primeiro Estado, a alma encontra-se com o Espirito Santo, e o Espirito Santo torna-se seu Conselheiro, seu Diretor, seu Guia. E iluminado pelo Espirito Santo, começa um novo caminho de graça, de virtude.”

Invoquemos ao Divino Espirito Santo por meio da intercessão da Onipotência Suplicante, Nossa Mãe Maria:

Vinde meu Deus Espirito Santo, através da Poderosa Intercessão do Coração Doloroso e Imaculado de Maria, vossa Amadíssima Esposa.”

Segundo Aposento, o Casto e Amante Coração de São José

“Castíssimo Coração de São José, acompanhai-me a percorrer o caminho cristão, praticando as virtudes, perseverando na graça e consolando, com minha vida obediente, aos Sagrados Corações de Jesus e de Maria.”

Em 16 de março de 2020, Santa Teresa, nos revela algo importante, que São José é, ao mesmo tempo, caminho e aposento.

 “São José foi a primeira criatura a viver a Verdadeira Devoção aos Sagrados Corações de Jesus e de Maria. O Espirito Santo, guiando sua vida, dominando em sua vontade e governando seu espirito, levou-o para um encontro pleno, real e profundo com o Coração da Virgem. E Nossa Senhora o levou para um encontro indissolúvel, místico e profundo com o Sagrado Coração do Filho, Jesus Cristo.”

Este Caminho de São José, é o que, por ordem do Pai, todos os cristãos estamos chamados a percorrer. Porque o Céu quis que nestes últimos tempos, através do Casto e Amante Coração de São Jose, sejamos conduzidos ao Coração de Maria; para que Maria e o Espirito Santo concebam em nossos corações a Jesus.

“Todos os que acolham Meu Coração, vivendo e obedecendo minhas palavras paternais, serão conduzidos às Gloriosas Moradas dos Sagrados Corações da Mãe e do Filho.” (29 de agosto de 2018 – São José)”

Este caminho, sua Via Crucis na terra, suas Sete Dores e Gozos, nos revelava São José, em 26 de setembro de 2018:

“O Eterno Pai enviou seu Divino Espirito para guiar-me; para que Meu Coração, iluminado com a Luz da Divina Vontade, percorresse o Caminho que o Pai já me havia preparado: Minhas Sete Dores e Gozos, ao lado de Jesus e de Nossa Senhora.

O Espirito Santo aproximou-me do Coração da Mãe; fez-me compreender a Grandeza oculta que Maria guardava em Seu Coração, e consagrou Minha alma ao Coração de Nossa Senhora. Consagrando-me ao Coração da Santíssima Virgem, consagrei-me ao Coração de Jesus.

E é isto o que Deus quer: que todos seus filhos, guiados pelo Exemplo e os Chamados de Amor de Meu Coração Castíssimo, consagrem-se aos Sagrados Corações de Jesus e de Maria.

É por isto mesmo que o Pai me enviou: para revelar Minhas Dores e Gozos, como o Caminho, a Via Crucis, o Percurso de São José. Para que neste Caminho, todos aprendam da humildade, da mansidão, da paciência e da confiança absoluta em Deus. Filhos meus: para percorrer o Caminho Josefino, é necessário que abram o coração, e vivam Meus Chamados. Porque só assim, terão uma guia clara e precisa, para aproximar-se dos Corações da Mãe e do Filho, e viver o Desejo, a Vontade e as Intenções de Seus Corações Unidos.

Abram seus corações e permitam que Eu, Vosso Pai São José, os guie e ajude neste Caminho de santidade, para os Corações da Santa Mamãe e do Filho Redentor.”

Para caminhar por esta senda, devemos ver em São José o modelo a imitar, para seguir seu exemplo de abandono e fé, de humildade e de silêncio. São José, em sua vida, nos Chamados de Amor, nos ensina suas Virtudes e nos convida a obedece-lo.

Assim nos revelava São José em 18 de julho de 2018:

“Vim revelar-lhes o Caminho de São José e Meu Coração é o Caminho. Estar percorrendo este Caminho, é viver Minhas Virtudes. Virtudes que me concedeu o Espirito de Deus, pela simplicidade e a obediência à Sua Palavra.

Queridos filhos: neste Caminho de São José, brilha o Amor. O Amor de Cristo. Este Amor não é sentimentalismo. Este Amor é uma virtude, que se traduz em obras concretas, como podem ser: o perdão, colocar-se ao serviço de teu próximo; ver em teu próximo o Rosto de Jesus. Seja desfigurado pelo pecado ou seja glorificado pela Graça. Mas em cada homem, olha a Jesus. Ações concretas, como interceder em tuas orações pelo mundo. Ações pequenas que irradiem luz para os demais. Que os demais vejam Jesus em ti. Não é necessário o muito falar. O importante é o agir.

Filhos: neste Caminho de São José, Eu quero ensiná-los, que as ações quotidianas de cada dia, podem fazer vocês, santos. E pode aproximar Deus dos que os rodeiam. Isso quero para vocês.

E como vão caminhar neste Caminho Josefino? O farão de uma forma muito simples: obedecendo-Me! Só com a obediência já estão percorrendo o Caminho de Vosso Pai José.”

É a vontade de Deus, que todos os Apóstolos dos Últimos Tempos sejamos formados, educados e guiados pelo Casto e Amante Coração de São José. E para isto, devemos morrer ao homem velho, para viver o do homem novo, que nasce de Maria e do Espirito Santo, para que seguindo o exemplo de São José, nos consagremos ao Coração de Jesus, por meio do Coração da Virgem Maria.

Terceiro Aposento: o Doloroso e Imaculado Coração de Maria

“Mamãe Celestial, ajudai-me a dizer “fiat” aos Desejos de Deus; que seja escravo de amor e servo reparador do Coração de Vosso Filho. escrevei em meu coração o “Faça-se em Mim, segundo Vossa Palavra.”

O terceiro aposento é o Coração Doloroso e Imaculado de Maria. É consagrar-se ao seu Coração. É entregar-se a Ela, tudo o que somos e temos.

São José, em seu Chamado de Amor e de Conversão, de 6 de abril de 2016, nos fazia este convite:

“Convido-os a consagrar-se ao Imaculado Coração de Maria, cada instante de suas vidas. Que seus corações se unam ao seu Coração Imaculado. que o pulsar de seus pequenos corações se unam ao pulsar de seu Coração Maternal. Unidos a este Coração, darão muito mais Gloria a Deus, e cada pulsar de seus corações pequenos, será um FIAT proclamado pelo Coração de Maria, com maria, para Jesus.

Filhos meus! Para ser servos de Jesus Cristo, há que depender totalmente de Maria. Há que nascer de Maria, e há que viver com e em Maria. Porque só através dEla seremos bons servidores de Jesus Cristo.”

São José, também pronunciou esse Fiat, como nos dizia em 17 de outubro de 2018:

“Meu Casto e Amante Coração, iluminado pelo Espirito Santo, pode conhecer. Porém, além disto, compreender, o Grande Mistério da Encarnação do Filho de Deus em Nossa Senhora.

O Fiat que pronunciou Nossa Senhora estendeu-se até Meu Coração. E, inspirado pelo Espirito, segui o exemplo de Nossa Senhora, e pronunciei Meu Fiat: o Fiat de São José.

E este Fiat é necessário que vocês também o recebam e o pronunciem.

Recordem que Meu Coração é o Primeiro Apóstolo dos Sagrados Corações Unidos. E venho para conduzi-los a todos, para estes Corações Gloriosos.

Mas, também, com os Chamados de Amor, deverão aprender como servir aos seus Sagrados Corações.

Filhos Meus: por isso o Pai me envia. Para que Eu, que fui o Primeiro Apóstolo de seus Corações Unidos, também os guie.

Abram seus Corações a estes Últimos Chamados, para a Conversão. E com estes Últimos Chamados, poderão converter-se em Apóstolos de seus Sagrados Corações, nestes tempos.”

 A Virgem nos explicava em 7 de novembro de 2015, que seu Coração Imaculado é a ajuda que o céu dá, para chegar ao Coração de Jesus:

“Queridos filhos! Depositem sua confiança em Meu Coração Imaculado, e através de Meu Coração Imaculado depositem sua confiança no Sagrado Coração de Jesus, para que caminhando através do Meu Coração Imaculado, encontrem a Paz.

Filhos: estão chamados à santidade. Meu Coração Imaculado é essa ajuda que envia o Espirito Santo, para guiar aos filhos do Senhor à santidade, à fé, 1a esperança. Apóstolos meus! Não se cansem de orar. orando, ganham muitas graças para o mundo inteiro.

Meu Coração Imaculado é desagravado, quando Meus filhos oram com fé, com amor, e com um sentido de reparar as ofensas que os obres pecadores inferem ao Meu Coração. Mas Eu lhes amo e os abençoo. Obrigado por vossos esforços para dar-Me o Fiat, o Faça-se, e deixar-Me agir em seus corações, segundo a Divina Vontade de Meu Filho.

Meu Coração Imaculado é vossa ajuda, vossa força, vossa luz, para chegar ao Sagrado Coração de Meu Filho Jesus. A santidade provém do Pai, através do Filho, no Espirito Santo. E Eu, como Medianeira e Advogada, presenteio esta santidade aos filhos que, com fé e disposição, a invocam. Obrigado por responder ao Meu chamado.”

Quarto Aposento: a Chama de Amor do Coração de Maria

“Mamãe Celestial, com Vossa Chama de Amor, purificai-me de minha humana vontade, afervorai meu espirito e enchei de amor e zelo meu coração, para incendiar o mundo, com o Fogo do Amor Divino.”

A Chama de Amor do Coração de Maria, é o Espirito Santo que recebeu na Anunciação e Pentecostes. É a ação do Espirito Santo em nosso interior, para sermos purificados e transformados em amor por Jesus, e amor por nossos irmãos. A Chama de Amor é Fogo para lutar contra Satanás.

Assim expressava nossa Mãe, em 31 de janeiro de 2016:

“Se os corações aceitam esta Chama de Amor, serão libertos, serão limpos, serão purificados. Porque esta Chama de Amor é o Fogo que recebi do Espirito Santo na Anunciação e em Pentecostes.

E é esta Chama de Amor a que Eu venho entregar a vocês. Para que esta chama de Amor os consuma, e não se preocupem pelas situações da vida, senão que se sustenham com Minha chama de Amor, que se percam em Minha Chama de Amor, que acendam seus corações como pequenos faróis em Minha Chama de Amor.

Para que vocês, filhos Meus, iluminem nestes tempos de escuridão. Para que vocês, com Minha Chama de Amor aqueçam os corações tíbios. Para que vocês, com Minha Chama de Amor entreguem esse Calor aos corações frios. O Calor do Amor de Deus. O Calor do Espirito Santo. O Calor de Jesus na Eucaristia.”

Devemos pedir e invocar e receber esta Chama de Amor, tal e como fazemos na Ave Maria dos Últimos Tempos. Em 26 de outubro de 2015, a Virgem Maria nos recordava:

“O Reino de Deus é pureza e santidade, e devem ter limpo o coração para poder entrar com o traje de festas. A chama de amor de Meu Coração Imaculado lhes purificará o traje de sua alma, para que fiquem limpos. A chama de amor de Meu Coração Imaculado é o fogo que recebi em Pentecostes. A chama de amor de Meu Coração Imaculado lhes limpará a alma, consumirá seus defeitos e lhes transformará no amor. Amor para Deus; amor para seus irmãos. Parte desse amor é sofrer e perdoar. Parte desse amor é amar ainda sem ser correspondido, porque Deus é o que corresponde ao vosso amor. Queridos filhos, vivam minha chama de amor; peçam Minha chama de amor; invoquem minha chama de amor, que é um canal de graças para todos vocês, na bênção do Senhor. Em minha chama de amor, na Divina Vontade, serão transformados à imagem e semelhança de Meu Filho Jesus.”

E esta Chama de Amor é o Novo Pentecostes que virá. Do qual nós, os Apóstolos dos Últimos Tempos, estamos chamados a ser primícias deste acontecimento universal.

“Chamo-os a orar, a experimentar, primeiro em vocês, o Grande Pentecostes, que logo chegará. As graças eficazes da Minha Chama de Amor, é a oração. A oração que se acende em cada coração humano, em amor a Deus e em serviço caritativo ao próximo. Orar, filhos meus, é também servir. Só quando orem de verdade, conhecerão o verdadeiro amor e experimentarão a verdadeira alegria.” – 3 de dezembro de 2014 – Virgem Maria

“Recebam o Espirito Santo de um Novo Pentecostes, porque Eu, Jesus, estou derramando Meu Santo Espirito sore toda a terra, com as graças eficazes da Chama de Amor do Coração Doloroso e Imaculado de Minha Mãe.” 18 de maio 2015 – Sagrado Coração de Jesus

“Ao final virá um Novo Pentecostes. Será a Chama de Meu Amor, em cada alma, e no último tempo, Meu Doloroso e Imaculado Coração Triunfará. Serão um só Povo, uma só Igreja, um só Rebanho.” 12 de outubro de 2014 – Virgem Maria

 Quinto Aposento: o Sagrado Coração Eucarístico de Jesus

“Jesus, abraçai-me com Vosso Coração, e incendiai-me com o Fogo que desejais que arda, para estar enamorado de Vós, o obedecer-Vos, desde o amor, e neste amor, minha vontade morra para viver em Vosso Divino Querer.”

Em 26 de maio de 2015, o Sagrado Coração de Jesus explicava como é este Fogo de Amor.

“Meu querido Manoelzinho, que compartilhas comigo as tristezas e alegrias do Meu Sagrado Coração. Como tenho ido guiando tua alma nos aposentos de Nossos Sagrados Corações Unidos, para que já não sejas tu, senão Eu, que vivo em ti! Presenteei-te uma graça especial: é o fogo novo do Amor Divino, que consume teu pequeno coração, e o encho somente Eu, com Meu Amor. E assim, com esse fogo, fruto e presença do Espirito Santo, chegarás à Minha Plenitude, ao Meu Sagrado Coração, que tanto te ama. Sê Meu e serei teu. Sejamos um só ser, com um mesmo coração, e que nada mais nos separa, já que nos unimos em um só fogo de amor.”

 Sexto Aposento: a Santíssima Trindade

“Meus Três Amores, que são um só Querer, única Vontade e mesmo Deus, recebam meu oferecimento para viver continuamente na mesma comunhão, amor e vontade que Vós, Adorável Trindade viveis, e assim estar sempre dentro de vossa Graça Santificante.”

Nos encontramos, já, nos elevados níveis da união com Deus, onde, entre outras Graças elevadas, que podem dar-se na alma, produz-se o Desposório Místico ou Espiritual

Em 6 de agosto de 2019 Santa Teresa nos explicava desta maneira:

“A Santíssima Trindade, está desejosa que as criaturas se se unam a essa Divina Comunhão de Amor. É por isto que através dos Sagrados Corações de Jesus e de Maria e José, o Espirito Santo revelou um caminho de santidade: o Caminho dos Aposentos dos Sagrados Corações Unidos.

Este Caminho é um percurso espiritual. E os Aposentos são os diferentes e santos estados, pelos quais a alma avança em santidade, até que, ajudada pela Misericórdia insondável, une-se total e perfeitamente a Deus, dando assim a realização de um desposório espiritual da Santíssima Trindade com a alma, e uma renúncia total da vontade própria para viver da Divina Vontade.

No Chamado de Amor e de Conversão de 13 de maio 2020 (dia da Virgem de Fátima), Manoel de Jesus recebe esta graça do Desposório místico:

“Terminado o Chamado de Amor e de Conversão…

Jesus, vestido de branco, com seu Sagrado Coração Eucarístico, estava no meio do Casto e Amante Coração de São José, que estava à sua direita, e do Coração Doloroso e Imaculado de Maria, que estava à sua esquerda.

Disse-me:

“Hoje, em teu coração, estiveste te preparando para o milagre que te anunciei no dia de ontem. Na fé, te preparavas para nosso desposório Místico.

QUERIDO FILHO, NO DEDO MÉDIO DE TUA MÃO ESQUERDA, COLOCO ESTE ANEL DE OURO, QUE TEM GRAVADO NOSSOS TRÊS CORAÇÕES, QUE REPRESENTAM O CORAÇÃO DE MINHA MÃE, O CORAÇÃO DE SÃO JOSÉ E O MEU DIVINO CORAÇÃO.

ESTE ANEL É SÍMBOLO DE NOSSA UNIÃO, E CONFIRMAÇÃO DA ENCARNAÇÃO MÍSTICA DE NOSSOS DOIS CORAÇÕES NO TEU.

Para ti sempre será visível este anel. E só alguns terão a graça de vê-lo alguma vez.”

 Sétimo Aposento: a União Perfeita com Deus

“Deus meu, amo-vos, verdadeiramente presente no Santíssimo Sacramento. Meu Deus e Senhor, não quero nada que não seja Vós mesmo. Uno minha vontade à Vossa; meu querer humano ao Vosso Querer divino; meu coração cheio de miséria, vo-lo entrego, e em troca, entregai-me Vosso Coração. Concedei-me, Jesus, que minha alma permaneça rendida, unida e dependente de Vós, e assim repetir vossa mesma vida em união perfeita. Jesus, quero ser uma hóstia viva Convosco.”

 Esta morada final, a santidade em plenitude, a plena união do espirito humano com o Espirito Divino, o Matrimonio Místico.

Ser alma esposa de Jesus, é uma realidade desconhecida pela grande maioria dos cristãos. É um vínculo eucarístico da alma e seu Senhor.

“Queridos filhos! Suas almas são esposas de Jesus. Ele as resgatou do pecado e da morte, morrendo na Cruz.

E desde o dia que recebem ao Meu Filho por primeira vez, na Sagrada Eucaristia, suas almas se desposam com o Senhor. Suas almas se unem como em um matrimonio espiritual com Jesus. Mas a maioria dos Meus filhos não o entende, porque lhes falta fé; porque a oração não se fez alegria em suas vidas. Suas almas são esposas do Cordeiro de Deus, e quando uma alma comete um pecado, é infiel ao seu Esposo. A infidelidade espiritual consiste em desejar outras coisas que não são de Deus; em desejar a vontade humana e não a Vontade Divina.” – 16 de Novembro de 2017 – Coração Doloroso e Imaculado de Maria

Santa Teresa de Jesus explicava em 11 de setembro de 2018, como chegar a este estado ao que todos os crentes estamos chamados.

“Filhos bem-amados de Deus: devem compreender que os Aposentos nos Sagrados Corações, são o crescimento da alma na vida espiritual. A alma vivendo os Chamados de Amor e de Conversão  dos Sagrados Corações Unidos de Jesus, Maria e José, vive o Reinado e a Era dos Três Corações. E com a Ajuda e as Graças que os Três Corações dão aos seus filhos, a alma avança para a perfeita união com Deus.

É importante que compreendam, que a Coroa dos Sagrados Corações Unidos é uma Coroa de Perfeição, porque a alma cresce até a perfeita Vontade Divina, e sua vontade morre voluntariamente, para viver o Divino Querer de Deus. E Deus com a alma, intercambiam seus corações: a alma entrega seu coração ao Pai, e o Pai dá à criatura o Coração de Jesus.”

A Coroa de Perfeição

Em 6 de setembro de 2018, o Sagrado Coração de Jesus, revela a Coroa dos Sagrados Corações Unidos, com três promessas associadas:

“1 – A alma, ao orar e contemplar nesta Coroa, avançará no caminho de santidade, percorrendo as Moradas de Perfeição de Nossos Sagrados Corações Unidos.

2 – A alma que ore e contemple com esta Coroa, vai fazer um Ato de Reparação ao Amor rejeitado de Deus, pois se deixará amar por Mim.

3 – A alma que ore e contemple esta Coroa aos Nossos Corações Unidos, compreenderá Nossos Chamados de Amor, e irá se aperfeiçoando com a assistência do Espirito Santo e do Doloroso e Imaculado Coração de Maria.”

Esta Coroa dos Sagrados Corações, ou Coroa de Perfeição, é o caminho que o Céu deu para crescer nos graus de perfeição, que são os Aposentos dos Sagados Corações Unidos de Jesus, Maria e José, do Espirito Santo e do Pai Eterno. A criatura que ore continuamente a Coroa de Perfeição, avançará para a mais alta união com Deus.

Esta Coroa dos Sagrados Corações Unidos ou Coroa de Perfeição é este mesmo percurso espiritual transformado em oração.

Em 14 de junho de 2019, o Sagrado Coração de Jesus, fazia uma petição e um anúncio ao Apostolado:

“Junho é o grande mês de Nossos Sagrados Corações, pelo que, peço que todo o mês de junho, orem a Coroa de Perfeição de Nossos Sagrados Corações Unidos.”

E que o dia de Domingo, depois das Solenidades do Meu Coração e do Coração de Minha Santa Mamãe, seja o dia dos Aposentos de Nossos Sagrados Corações.”

Um Novo Pentecostes

Deus se expressa em numerosas ocasiões, com sinais com símbolos. A Sagrada Escritura está cheia de sinais, que tem um significado profundo.

Em 29 de dezembro de 2018, o Coração Doloroso e Imaculado de Maria, explicava um destes sinais, revelado ao Apostolado: o Emblema, que contém em seu próprio hieróglifo exato deste caminho traçado por Deus, que são os Aposentos dos Sagrados Corações.

“Convido-os a contemplar o Escudo do Apostolado que a Santíssima Trindade revelou para nossa pequena vítima, para que, este Escudo, seja a insígnia do Meu Exército.

Deus Pai, Terno e Misericordioso, com Suas Mãos estendidas para a humanidade, derrama Graças de Misericórdia para o bem dos homens.

No Coração do Pai, está Deus Espirito Santo, dirigindo seu voo para a terra, e estão Nossos Dois Sagrados Corações Unidos, na tábua de salvação que é a Cruz Gloriosa.

Entre o mundo e Deus Pai, estão as Moradas de santidade de Nossos Sagrados Corações e o Espirito Santo.

Para avançar neste caminho de santidade, o Pai quis que o mundo repita Meu Fiat, o “Faça-se em Mim segundo vossa Palavra.”

Filhos Meus: este Escudo do Apostolado é o selo da Santíssima Trindade, e é o sinal que precede o Reinado do Espirito Santo, por meio do Novo Pentecostes.

Todos Meus filhos, abrindo seus corações, dizendo “sim” ao Coração de Deus, e a Nossos Últimos Chamados de Amor e de Conversão, recebem a Graça de que o Espirito Santo e Meu Coração Maternal, os prepare para receber a grande Vinda do Espirito Santo.”

Esta Cruz Gloriosa é o ponto de união entre o mundo e Deus Pai. É a ponte, como se identifica através do Emblema, entre o mundo (os habitantes da terra) e Deus Pai.

“A cruz que estou lhes dando, será uma ponte pela qual vocês cruzarão para o outro lado do monte. Se esta cruz que lhes entrego a deixarem pelo caminho, não poderão cruzar pelo enorme abismo, o que se lhes tornará impossível terminar o caminho, e serão devorados pela inconstância, pela tibieza, pela preguiça, pela inconsciência. Filhos: este é o momento de despertar, de ver, com a cruz, o Meu Sagrado Coração.” – 30 de setembro de 2015 – Sagrado Coração de Jesus

Este é um desejo de Deus, que este percorrer pelos Aposentos dos Sagrados Corações, seja aberto ao mundo. Inicialmente, através dos Chamados de Amor, e como primícias, do que ocorrerá universalmente, os Apóstolos dos Sagrados Corações, estão sendo convidados a obedecer e percorrer este caminho. mas virá um novo Pentecostes universal, que fará que toda a criação inteira seja transformada.

“Apóstolos do Coração Eucarístico de Jesus: é um Desejo da Divina Majestade, que todas as almas aceitem ingressar no Primeiro Aposento do caminho para a Santidade, que é o Espirito Santo. Porque o Espirito Santo moverá seus corações e suas vontades à conversão.

O Espirito Santo dará Luz à mente e ao espirito, para que reconheçam seus pecados; arrependam-se de todo o coração por haver ofendido a um Esposo tão Perfeito. O próprio Espirito Santo os irá guiando, para que suas vidas se transformem continuamente em outra Vida de Jesus.

Almas: é tão importante este Primeiro Aposento, que a Trindade Sacrossanta quer que o mundo inteiro ingresse neste Aposento. Agora o faz através dos Chamados de Amor, para que todas as almas que escutam ao Senhor, O obedeçam com o coração. Mas também o fará através do Pentecostes Universal. Toda a criação será transformada no Divino Espirito, ordenando e realizando o Projeto do Pai: Que todas as criaturas vivam em união perfeita com Ele, e O amem em espirito e verdade. 15 de outubro 2018 – Santa Teresa de Jesus

 

 

*****************************

Share This:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.