Casto e Amante Coração de São José: “O Espirito de Deus confirma em ti a graça que te concedeu somente por misericórdia: o ser o anunciador dos Últimos Avisos para a conversão do mundo. Deixem-se iluminar pela luz de Nossos Sagrados Corações, porque só assim poderão compreender a profundidade do mistério escondido no Apostolado. Não se desviem por outros caminhos, senão ESCUTEM-ME!”

9 de Dezembro de 2020

Chamado de Amor e de Conversão do Casto e Amante Coração de São José

Áudio da Mensagem – Voz de Manoel de Jesus:

 

 

Orar e Meditar os Chamados de Amor e de Conversão para não serem desviados.

Pequeno arauto de Nossos Sagrados Corações Unidos,

  • o Espirito de Deus confirma em ti a graça que te concedeu somente por misericórdia:
  • o ser o anunciador dos Últimos Avisos para a conversão do mundo.

Estes últimos chamamentos ao amor, são uma graça extraordinária de Deus para estes fim dos tempos. 

É por isto que devem abrir o coração e escutar Nossos Chamados de Amor e de Conversão e pô-los em prática.

Orem com Nossos Chamados de Amor. Meditem neles. 

Queridos filhos: 

  • à luz de todos Nosso Chamados de Amor e de Conversão,
  • realizem frequentemente exames de consciência.

Deixem-se iluminar pela luz de Nossos Sagrados Corações, porque só assim poderão compreender a profundidade do mistério escondido no Apostolado.

Não se desviem por outros caminhos, senão ESCUTEM-ME! Porque Meu Casto e Amante Coração vai conduzi-los à Verdadeira Devoção aos Sagrados Corações de Jesus e de Maria.

Com Meu Casto e Amante Coração exorto-os a ler o Capítulo 1.0 da Carta aos Filipenses, e dou-lhes Minha bênção de pai: Em Nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém.

**********

Capítulo 1.0 da Carta aos Filipenses (Biblia de Jerusalém)

1 Endereço e saudação — 

1Paulo e Timóteo, servos de Cristo Jesus, a todos os santos em Cristo Jesus que estão em Filipos, com os seus epíscopos e diáconos: 2a vós graça e paz da parte de Deus nosso Pai e do Senhor Jesus Cristo!  

Ação de graças e oração — 3Dou graças ao meu Deus todas as vezes que me lembro de vós, 4e sempre em todas as minhas súplicas oro por todos vós com alegria, 5pela vossa participação no evangelho desde o primeiro dia até agora, 6e tenho plena certeza de que aquele que começou em vós a boa obra há de levá-la à perfeição até o dia de Cristo Jesus. 7E é justo que eu assim, pense de todos vós, porque vos tenho no meu coração, a todos vós que, nas minhas prisões e na defesa e afirmação do evangelho, comigo vos tornastes participantes da graça. 8Deus me é testemunha de que eu vos amo a todos com a ternura de Cristo Jesus. 9E é isto o que eu peço; que vosso amor cresça cada vez mais, em conhecimento e em sensibilidade, 10a fim de poderdes discernir o que mais convém, para que sejais puros e irreprováveis no dia de Cristo, 11na plena maturidade do fruto da justiça que nos vem por Jesus Cristo para a glória e o louvor de Deus.  

Situação pessoal de Paulo — 12Quero que saibais, irmãos, que o que me aconteceu redundou em progresso do evangelho: 13as minhas prisões se tornaram conhecidas em Cristo por todo o Pretório e por toda parte, 14e a maioria dos irmãos, encorajados no Senhor pelas minhas prisões, proclamam a Palavra com mais ousadia e sem temor. 15É verdade que alguns anunciam o Cristo por inveja e porfia, e outros por boa vontade: 16estes por amor proclamam a Cristo, sabendo que fui posto para defesa do evangelho, 17e aqueles por rivalidade, não sinceramente, julgando com isso acrescentar sofrimento às minhas prisões. 18Mas que importa? De qualquer maneira — ou com segundas intenções ou sinceramente — Cristo é proclamado, e com isso eu me regozijo. Mas eu me regozijo 19porque sei que isso me redundará em salvação pelas vossas orações e pelo socorro do Espírito de Jesus Cristo. 20A minha expectativa e a esperança é de que em nada serei confundido, mas com toda a ousadia, agora como sempre, Cristo será engrandecido no meu corpo, pela vida ou pela morte. 21Pois para mim o viver é Cristo e o morrer é lucro. 22Mas, se o viver na carne me dá ocasião de  trabalho frutífero, não sei bem o que escolher. 23Sinto-me num dilema: o meu desejo é partir e ir estar com Cristo, pois isso me é muito melhor, 24mas o permanecer na carne é mais necessário por vossa causa. 25Convencido disso, sei que ficarei e continuarei com todos vós, para proveito vosso e para alegria de vossa fé, 26a fim de que, por mim — pela minha volta entre vós — aumente a vossa glória em Cristo Jesus.  

Lutar pela fé — 27Somente vivei vida digna do evangelho de Cristo, para que eu, indo ver-vos ou estando longe, ouça dizer de vós que estais firmes num só espírito, lutando juntos com uma só alma, pela fé do evangelho, 28e que em nada vos deixais atemorizar pelos vossos adversários, o que para eles é sinal de ruína, mas, para vós, de salvação, e isso da parte de Deus. 29Pois vos foi concedida, em relação a Cristo, a graça não só de crerdes nele, mas também de por ele sofrerdes, 30empenhados no mesmo combate em que me vistes empenhado e em que, como sabeis, me empenho ainda agora.  

**************

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.