Chamado de Amor de São José

16.03.2022 – Casto e Amante Coração de São José: “Queridos filhos, entender que o Apostolado é a Obra Magna de Jesus e Maria nestes Últimos Tempos, é encontrar a resposta no Evangelho. “

Padroeiro_São_José

 

16 de março de 2022 – CHAMADO DE AMOR E CONVERSÃO DO CASTO E AMANTE CORAÇÃO DE SÃO JOSÉ

 

Áudio da Mensagem – voz de Manoel de Jesus:

 

Pequeno nada e alma vítima de Nossos Sagrados Corações Unidos:

O Espírito do Senhor tem sido para ti o grande doador de dons. Tuas crucificações místicas, oferecidas em reparação aos Sagrados Corações de Jesus e Maria, são graças dadas pelo Espírito de Deus.

Todas as feridas invisíveis do Senhor em teu corpo são impressas por esse Espírito Divino.

A Encarnação dos Corações Santíssimos de Jesus e de Maria em teu coração, assim como a transverberação de teu coração, para que nele se escondam os Dois Sagrados Corações, são prodígios de misericórdia do Espírito Santo.

E este mesmo Espírito Santo, que tomou Nossa Senhora como sua Virgem e Imaculada Esposa no FIAT de Maria, veio escrever com o Fogo Divino, pondo um selo gravado em todas estas graças.

Este selo é o mesmo FIAT de Maria, gravado com Fogo Divino em teu coração: um grande amor, um profundo amor, fruto dessas graças, para com a Igreja, corpo místico de Jesus.

Também te concedeu uma devoção filial ao Santo Padre e e bispos, e uma entrega vítima pela santidade dos sacerdotes.

Estas graças, meu filho, também aumentam em ti, cada vez mais, um amor ardente e um zelo santo pelos ministros de Jesus.

Queridos filhos, entender que o Apostolado é a Obra Magna de Jesus e Maria nestes Últimos Tempos, é encontrar a resposta no Evangelho.

No próprio Evangelho está contida esta espiritualidade: Maria a Mulher Vestida de Sol, Dolorosa e Imaculada, e Jesus, seu Sagrado Coração de verdadeiro Deus e verdadeiro homem, único Cordeiro para o Sacrifício Eucarístico Perpétuo.

Este é o caminho que a Divina Misericórdia dá à toda la humanidade: o caminho dos Dos Sagrados Corações Unidos pelo Espirito Santo.

Leiam e meditem no Capítulo 35 do livro de Gênesis.

Amo-os e abençoo-os.

E a ti, filhinho, pelo sentir e sofrer com a Igreja e seus pastores, consolas muito o Coração ferido de Jesus. Teu amor para os pastores e para Igreja, repara os Sagrados Corações de Jesus e Maria. Fiat, semper.

Em nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo. Um homem.

 

Capítulo 35 do livro de Gênesis – Bíblia de Jerusalém

Jacó em Betel

— 1 Deus disse a Jacó: “Levanta-te! Sobe a Betel e fixa-te ali. Ali erguerás um altar ao Deus que te apareceu quando fugias da presença de teu irmão Esaú.” 2 Jacó disse à sua família e a todos os que estavam com ele: “Lançai fora os deuses estrangeiros que estão no meio de vós, purificai-vos e mudai vossas roupas. 3 Partamos e subamos a Betel! Aí farei um altar ao Deus que me ouviu quando eu estava na angústia e me assistiu na viagem que fiz.” 4 Eles deram a Jacó todos os deuses estrangeiros que possuíam e os anéis que traziam nas orelhas, e Jacó os enterrou sob o carvalho que está junto a Siquém. 5 Eles levantaram acampamento e um terror divino se abateu sobre as cidades circunvizinhas, e os filhos de Jacó não foram perseguidos. 6 Jacó chegou a Luza, na terra de Canaã, — que é Betel, — ele e todos os homens que tinha. 7 Lá ele construiu um altar e chamou o lugar de El-Betel, porque Deus aí se revelara a ele quando fugia da presença de seu irmão. 8 Então morreu Débora, a ama de Rebeca, e foi enterrada abaixo de Betel, sob o carvalho que se chama Carvalho-dos-Prantos. 9  Deus apareceu ainda a Jacó, vindo de Padã-Aram, e o abençoou. 10 Deus lhe disse: “Teu nome é Jacó, mas não te chamarás mais Jacó: teu nome será Israel.” Tanto que é chamado de Israel. 11 Deus lhe disse: “Eu sou El Shaddai. Sê fecundo e multiplica-te. Uma nação, uma assembléia de nações nascerá de ti e reis sairão de teus rins. 12 Eu te dou a terra que dei a Abraão e a Isaac; darei esta terra a ti e à tua posteridade depois de ti.” 13 E Deus se retirou de junto dele. 14 Jacó erigiu uma estela no lugar onde ele lhe falara, uma estela de pedra, sobre a qual fez uma libação e derramou óleo. 15 E Jacó deu o nome de Betel ao lugar onde Deus lhe falou.Nascimento de Benjamim e morte de Raquel — 16 Eles partiram de Betel. Faltava uma pequena distância para chegar a Éfrata, quando Raquel deu à luz. Seu parto foi doloroso 17 e, como desse à luz com dificuldade, disse-lhe a parteira: “Não temas, é ainda um filho que terás!” 18  No momento de entregar a alma, porque estava morrendo, ela o chamou de Benoni, mas seu pai o chamou de Benjamim. 19 Raquel morreu e foi enterrada no caminho de Éfrata — que é Belém. 20 Jacó erigiu uma estela sobre seu túmulo; é a estela do túmulo de Raquel, que existe até hoje.

Incesto de Ruben

— 21 Israel partiu e plantou sua tenda além de Magdol-Eder. 22 Enquanto Israel habitava naquela região, Rúben foi dormir com Bala, a concubina de seu pai, e Israel o soube. Os doze filhos de Jacó — Os filhos de Jacó foram em número de doze. 23 Os filhos de Lia: o primogênito de Jacó, Rúben, depois Simeão, Levi, Judá, Issacar e Zabulon. 24 Os filhos de Raquel: José e Benjamim. 25 Os filhos de Bala, a serva de Raquel: Dã e Neftali. 26 Os filhos de Zelfa, a serva de Lia: Gad e Aser. Esses são os filhos gerados a Jacó em Padã-Aram.

Morte de Isaac

— 27 Veio Jacó a seu pai Isaac, em Mambré, em Cariat-Arbe, — que é Hebron, — onde habitaram Abraão e Isaac. 28 A duração da vida de Isaac foi de cento e oitenta anos, 29 e Isaac expirou. Ele morreu e reuniu-se à sua parentela, velho e farto de dias; seus filhos Esaú e Jacó o enterraram. 

 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: