Tag: chamo-os por amor

Chamado de Amor e de Conversão do Sagrado Coração de Jesus: “Nesta Obra de Graça, manifesto-Me com o Dom maior que foi dado para os homens, e como o Tesouro mais valioso que foi entregue à Minha Igreja. Sou o Sagrado Coração Eucarístico de Jesus, verdadeiramente presente no Santíssimo Sacramento.”

8 de Março de 2019

Chamado de Amor e de Conversão do Sagrado Coração de Jesus

Áudio da Mensagem – Voz de Manoel de Jesus:

 

 

O Apostolado de Nossos Sagrados Corações foi dado ao mundo, e também através da pequena vítima, para reunir o exército de apóstolos dos Últimos Tempos.

Muitas fontes de graças confluem (Nota do tradutor: “confluem” = “reunem-se”) e se recolhem em Meu Apostolado:

  • a Divina Misericórdia;
  • a Devoção ao Meu Preciosíssimo Sangue;
  • a Devoção ao Meu Sagrado Coração;
  • a Devoção às Minhas Santas Chagas,
  • e muitas outras graças dadas pelo Céu.

Nesta Obra de Graça,

  • manifesto-Me com o Dom maior que foi dado aos homens,
  • e como o Tesouro mais valioso que foi entregue à Minha Igreja:
  • Sou o Sagrado Coração Eucarístico de Jesus,
  • verdadeiramente presente no Santíssimo Sacramento.

E com Meu Coração Aberto,

  • chamo a todos os homens à conversão,
  • e os chamo por amor,
  • para que escutem a Deus e regressem.

Meu Sagrado Coração Eucarístico é o Atributo mais querido que a Santíssima Trindade está dando à humanidade.

Adorem, pois, Meu Sagrado Coração Eucarístico, e consolem-Me com uma vida fiel ao Meu Evangelho.

Meus Chamados de Amor e de Conversão, conduzem-nos à viver Minha Palavra.

Com Meu Sagrado Coração Eucarístico, o Dom dos dons para estes tempos, abençôo-os: Em Nome do Pai, e do Filho, e do Espirito Santo. Amém.

******************

Nota: A Mensagem supra refere que “Muitas fontes de graças confluem e se recolhem em Meu Apostolado.” E expressamente o Senhor Jesus as menciona:

1-) a Divina Misericórdia.

2-) a Devoção ao Meu Preciosíssimo Sangue; 

3-) a Devoção ao Meu Sagrado Coração; 

4-) a Devoção às Minhas Santas Chagas

Abaixo relaciona-se os Santos, para quem o Senhor Jesus as manifestou:

1 – Divina Misericórdia: à Irmã Maria Faustina Helena Kowalska, da Congregação de Nossa Senhora da Misericórdia. Nascida em 25.08.1905 na aldeia de Glogowiec (atualmente Distrito de Konin, Polonia) e canonizada pelo Santo Padre o Padre o Papa São João Paulo II, em 30.04.2000. (Fonter: Diário de Santa Faustina – Congregação dos Padres Marianos – Curitiba – Paraná)

2-) Devoção ao Meu Preciosíssimo Sangue. 

– São Gaspar de Búfalo – nasceu em Roma a 6 de janeiro de 1786, filho de Antônio e Anunciata Quartieroni. O Papa João XXIII definiu “glória toda resplandecente do clero romano, verdadeiro e maior apóstolo da devoção ao Preciosíssimo Sangue de Jesus no mundo”. Recebeu de Pio VII a incumbência de se dedicar às missões populares pela restauração religiosa e moral do Estado Pontifício. Ele empreendeu essa nova cruzada em nome do Precioso Sangue de Jesus, tornando-se o ardoroso apóstolo desta devoção. Fundou em 1815 a Congregação dos Missionários do preciosíssimo Sangue e em 1834, ajudado pela B. Maria de Matias, o Instituto das Irmãs Adoradoras do Preciosíssimo Sangue. Quando morreu em Roma, a 28 de dezembro de 1837, num quarto em cima do Teatro Marcelo, São Vicente Pallotti, seu contemporâneo, teve a visão de sua alma que subia ao encontro de Cristo, como uma estrela luminosa. A fama de sua santidade não demorou a atingir o mundo todo. Beatificado em 1904, foi canonizado por Pio XII em 1954. (Fonte: Cleofas). 

3-) Devoção ao Meu Sagrado Coração

– à Santa Margarida Maria Alacoque, nascida em 22.07.1647, em Lhautecourm, na aldeia de Verosvres, quinta filha do Tabelião Real Claudio Alacoque e de sua esposa Fikliberta Lamyn. Irmã da Ordem da Visitação. Em 1673 principiaram as manifestações propriamente ditas do Coração de Jesus a Santa Margarida Maria.

Iluminado por uma luz sobrenatural, Leão XIII, em 1899, anunciou a consagração do mundo inteiro do Sagrado Coração de Jesus para o dia 11 de junho de 1899. Um ato solene precedeu esta consagração: foi a promulgação da Encíclica Annum sacrum de 25 de maio, na qual o Vigário de Jesus Cristo apresenta oficialmente a imagem do Sagrado Coração como a nova bandeira dos cristãos, e declara a devoção a este Coração divino como a devoção vital da Igreja, destinada a produzir nos últimos tempos as maravilhas realizadas no primeiros pela cruz. (Cleofas)

4-) Devoção às Minhas Santas Chagas

– À Santa Maria Marta Chambon, nascida em 06.03.1841, no vilarejo de Croix-Rouge, perto de Chambéry. (Livro As Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo e a Irmã Maria Marta Chambon – Editora da Divina Misericórdia – Belo Horizonte – Minas Gerais)

*******************

Share This: