Agosto: Mês de Deus Pai Terno Misericordioso

Origem do Mês de Deus Pai e da Coroa de Deus Pai Terno e Misericordioso

No Chamado de Amor e Conversão de 4 de Agosto de 2019 de Deus Pai Terno e Misericordioso, o próprio Deus Pai pediu:

  • “Promovam por meio da Coroa e do Ícone, a Devoção a Deus Pai, honrando-Me cada Primeiro Domingo de mês,
  • especialmente o Primeiro Domingo do mês de agosto.
  • E todo o mês de agosto, consagrem-no particularmente à Devoção e Adoração a Deus Pai, Terno e Misericordioso.”
  • Instaurar a Devoção a Deus Pai em toda a humanidade,
  • Ser honrado a cada Primeiro Domingo de mês,
  • Ser honrado especialmente no Primeiro Domingo do mês de agosto. (CAC – 4 Agosto 2019) 

Deus Pai diz:

  • Orem a Coroa de Deus Pai Terno e Misericordioso revelada ao mais pequeno de Meus profetas (Manoel de Jesus.) – (CAC – 4 Agosto 2019 de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Através desta Coroa Eu, Deus Pai, recebo Amor, Adoração e Consolo. (CAC – 4 Agosto 2019 de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Com esta Coroa, não só contemplam o sacrifício de Meu Filho Jesus na Cruz. (CAC – 4 Agosto 2019 de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Com esta Coroa de Deus Pai também pedem misericórdia pelos méritos infinitos do Sacrifício Eucarístico, a Santa Missa; oferecem o valor infinito da Santa Missa através da Coroa de Deus Pai Terno e Misericordioso por toda a humanidade. (CAC – 4 Agosto 2019 de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Esta Coroa estenderá a devoção para Mim, que sou Deus Pai Terno e Misericordioso. Assim quero ser amado, conhecido e adorado. (CAC – 5 maio 2019 de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • O meu apostolado é também obra de Deus Pai. (4 Agosto de 2019 – CAC Deus Pai Terno e Misericordioso

 

  • “DEUS PAI Misericordioso – Com este título quero revelar-me a todos os homens, para que conheçam, encontrem e recebam o Meu Amor Misericordioso.” (4 outubro 2020 – CAC Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Prometo que: (CAC – 5 maio 2019 – Chamado de Amor e de Conversão de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Por meio desta Coroa, se estabelecerá na humanidade a Devoção a Deus Pai Terno e Misericordioso. (CAC – 5 maio 2019 – Chamado de Amor e de Conversão de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Os que orarem com o coração esta Coroa a Deus Pai, experimentarão o Amor, a Ternura e a Misericórdia de Meu Coração de Deus. (CAC – 5 maio 2019 – Chamado de Amor e de Conversão de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Esta Coroa a Deus Pai, concederá conversão e aproximará mais almas ao Amor de Deus Pai. (CAC – 5 maio 2019 – Chamado de Amor e de Conversão de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Orem a Coroa com todo o coração. Com ela experimentarão o Amor e a Ternura de Deus Pai, e se conseguirá, através dela, para muitos pecadores, a paz! (CAC – 1 Julho 2019 – de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Como Deus Pai Terno e Misericordioso, abençoo a todas Minhas criaturas e os exorto: não se cansem de orar. (CAC – 1 Julho 2019 – de Deus Pai Terno e Misericordioso)

 

  • Todas as Devoções dadas por Minha Vontade ao Apostolado, alcançam numerosas graças para a salvação do mundo. Em Nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo. Amém. (CAC – 1 Julho 2019 – de Deus Pai Terno e Misericordioso) 
  • Através do Apostolado de Jesus e Maria, quero dar-Me a conhecer como Deus Pai: Um Pai Terno e Deus Misericordioso.
  • Sob este título, quero ser Conhecido, Amado e Adorado, e que os homens vejam-Me próximo, e se voltem para Mim, com toda a confiança posta em Minha Misericórdia Divina.

Foi dada por Deus Pai, por meio de Manoel de Jesus, ao Apostolado dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e de Maria, no Chamado de Amor e de Conversão de Deus Pai Terno e Misericordioso de 5 maio 2019.

Não.

6.1 – No antigo Testamento, especialmente no Livro do Êxodo, lê-se que “é preciso honrar a Deus com um culto especial.”

  • – Êxodo 9, 1: “Disse Iahweh a Moisés: “Vai ter com Faraó e dize-lhe: ‘Assim fala Iahweh, o Deus dos hebreus: Deixa o meu povo partir, para que me sirva.

6.2 – Mais a frente, ainda no Livro do Êxodo, Deus Pai instituiu o repouso sabático, como dia especial para o culto em sua honra.

Êxodo 31, 12-17 – repouso sabático:

12 Iahweh disse a Moisés: 13 “Fala aos filhos de Israel e dize-lhes: Observareis de verdade os meus sábados, porque são um sinal entre mim e vós em vossas gerações, a fim de que saibais que eu sou Iahweh, o que vos santifica.

14 Observareis, pois, o sábado, porque é uma coisa santa para vós. Quem o profanar será castigado com a morte. Todo o que realizar nele algum trabalho será retirado do meio do povo.

15 Durante os dias poder-se-á trabalhar; no sétimo dia, porém, se fará repouso absoluto, em honra de Iahweh. Todo aquele que trabalhar no dia do sábado deverá ser morto.

16 Os filhos de Israel observarão o sábado, celebrando-o de geração em geração, como uma aliança eterna.

17 Será um sinal perpétuo entre mim e os filhos de Israel, porque em seis dias Iahweh fez os céus e a terra; no sétimo dia, porém, descansou e tomou alento.

6.3 – O sábado que representava o término da primeira criação, é substituído pelo domingo, que lembra a criação nova, inaugurada com a Ressurreição de Cristo.” (Catecismo 2190)

6.4 – E no Decálogo, dados por Deus a Moisés, no Livro do Deuteronômio 5, 7; 12-13:

7 Não terás outros deuses diante de mim.

12 Guardarás o dia de sábado para santificá-lo, conforme ordenou Iahweh teu Deus.

13 Trabalharás durante seis dias e farás toda a tua obra; 14 o sétimo dia, porém, é o sábado de Iahweh teu Deus.

6.5 – Em Deuteronômio 6, 4-5:

4 Ouve, ó Israel: Iahweh nosso Deus é o único Iahweh!

5 Portanto, amarás a Iahweh teu Deus com todo o teu coração, com toda a tua alma e com toda a tua força.

6.6 – Ou seja, O amor de Deus não é proposto à escolha. Não fica ao nosso livre alvedrio. É mandamento. Esse amor, que corresponde ao amor de Deus por seu povo (Dt 4, 37), inclui o temor de Deus, a obrigação de servi-lo e observar seus mandamentos.

6.7 – No Novo Testamento, o próprio Senhor Jesus, no Evangelho de São Mateus, 4, 10, ao ser tentado pelo demônio, repetiu o mandamento dado por Deus Pai no Decálogo:

10 Aí Jesus lhe disse: “Vai-te, Satanás, porque está escrito: Ao Senhor teu Deus adorarás e só a ele prestarás culto.

6.8 – Sobre esse “culto público a Deus” o Código de Direito Canônico, no Cânone 834, § 1.0estabelece:

Cân. 834 § 1. A igreja desempenha seu múnus de santificar, de modo especial por meio da sagrada Liturgia, que é tida como exercício do sacerdócio de Jesus Cristo, na qual, por meio de sinais sensíveis, e significada e, segundo o modo próprio de cada um, é realizada a santificação dos homens, e é exercido plenamente pelo Corpo místico de Jesus Cristo, isto é, pela Cabeça e pelos membros, o culto público de Deus.

6.9 – Esse culto divino a Deus, é cumprido pela participação dos fiéis na Santa Missa, aos domingos e em outros dias.

No domingo e nos outros dias de festa de preceito, os fiéis têm a obrigação de participar da missa; além disso, devem abster-se das atividades e negócios que impeçam o culto a ser prestado a Deus, a alegria própria do dia do Senhor e o devido descanso da mente e do Corpo.” (Código de Direito Canônico – Cân. 1247)

7.1 – Não. Na época atual, em 1932, na Itália, Deus Pai manifestou-se à Madre Eugênia Elisabetta Ravasio (1907-1990), fundadora da Obra Religiosa “Unitas in Christo ad Patrem”, em 1948 e reconhecida em 1988 pelo Santo Padre o Papa São João Paulo II.

7.2 – Essas aparições e Mensagens foram submetida a inquérito pela Igreja Católica, presidido pelo Bispo de Grenoble, Sua Excelência Reverendíssima Dom Alexandre Caillot, que durou por dez anos e ao final, concluiu pela sua autenticidade.

7.3 – Foi escrito um pequeno Livro intitulado “A Vida para a Glória do Pai”- imprimatur de Frei Petrus Canisius van Lierede, Vic. Gen. e Vicariatus Civitatis Vaticanae em 17 abril 1989 – Direitos Reservados a Missionarie “Unitas In Christo Ad Patrem”- 00040 – Anzio-Falasche (Roma) – Itália) – no Brasil, com direitos exclusivos de publicação cedidos para Editora da Divina Misericórdia – Rua Campinas, 475 – Esplanada – 30280-090 – Belo Horizonte 0 Minas Gerais – Brasil – extraído do livro em francês “La Vie Pour la Gloire du Père”.

7.4 – Referido Livro, reúne dois cadernos: o primeiro, iniciado em 1 de julho de 1932 e o segundo caderno, iniciado em 12 de Agosto de 1932.

7.7 – Nesse Livro, página 54, no Primeiro Caderno, Deus Pai disse a Madre Eugenia:

  • “Para ser conhecido, amado e honrado com um Culto Especial, não peço nada de extraordinário. Eis somente o que desejo:
  • Que um dia, ou pelo menos um Domingo, seja consagrado a honrar-Me especialmente com o Nome de Pai de toda a humanidade.
  • Desejaria, para esta Festa, uma Missa e um Ofício próprios. Não é difícil encontrar textos na Sagrada Escritura.
  • Se preferis prestar-Me esse Culto Especial num domingo, eu escolho o primeiro domingo de agosto; se quereis num dia de semana, prefiro que seja sempre no dia 7 de agosto.
  • Que todo o Clero se dedique a desenvolver este Culto, e, sobretudo, que me dê a conhecer aos homens, tal como sou e tal como serei sempre para eles, quero dizer, o Pai mais terno e amante de todos os pais.”

11 de outubro de 2017 – CHAMADO DE AMOR E CONVERSÃO DO CASTO E AMANTE CORAÇÃO DE SÃO JOSÉ

“Estejam atentos! Todos os amantes de Jesus e de Maria devem unir-se a esta Obra. Não há outra. Porque aqui ressoam, uma vez mais, as autênticas revelações do Céu, que já foram dadas em tempos passados. Centrem-se nesta Obra!”

17 outubro 2017 – CHAMADO DE AMOR E CONVERSÃO DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS

“A ti, pequeno, te foram entregues os epílogos finais de Nossos Sagrados Corações, porque são, hoje, o remédio do mundo, da sociedade e da Igreja.

Aqui minhas revelações, e acrescento: autênticas revelações, se conjugam, se reúne e resumem em uma só: meu Sagrado Coração.”

30 outubro 2017 – CHAMADO DE AMOR E CONVERSÃO DO CORAÇÃO DOLOROSO E IMACULADO DE MARIA.

“…Nos Cenáculos de Oração que dei para todos os Apóstolos de Nossos Sagrados Corações destes Últimos Tempos, por meio de meu instrumento, que é um compêndio de Graças e também uma reunião de todas as revelações autênticas que temos dado no mundo…”

4 fevereiro 2021 – CHAMADO DE AMOR E CONVERSÃO DO SAGRADO CORAÇÃO EUCARÍSTICO DE JESUS

“Meu Sagrado Coração Eucarístico sempre se manifestou à humanidade, para ensinar aos homens meu amor misericordioso.

Amados filhos:

Nossas revelações privadas sempre estiveram ao serviço de minha Igreja e com o único fim de propagar o anúncio do Evangelho.

Realmente, apóstolos meus, as revelações do Céu tem sido poucas, e estas verdadeira revelações, se reúnem em meus Últimos Chamados de Amor e de Conversão.

As autênticas revelações de nossos Santíssimos Corações, são transmitidas, uma última vez, por meio de estes Últimos Avisos para a humanidade…”

Desde o livro do êxodo às revelações do Céu, através do Apostolado dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e de Maria, nos últimos chamados de amor e conversão, e dentro deles, confirmando as revelações à Madre Eugenia Ravasio, Deus Pai manifestou sua vontade, seu Divino Querer, seu primeiro mandamento, ao mandamento de amor:

“…ser amado, conhecido, adorado e escutado como Deus Pai, Terno e Misericordioso…”

ABBA

¡FIAT voluntas tua!

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: