Chamado de Amor de Deus Espirito Santo

08.03.2022 – Deus Espirito Santo: “Pequeno crucificado, novamente te digo: grita para o mundo, que já estão nos Últimos Avisos! Avisos de Amor para a conversão dos homens.”

Deus-Espirito-Santo-pt-29.09.2020

8 de março de 2022 – CHAMADO DE AMOR E CONVERSÃO DE DEUS ESPIRITO SANTO

 

Áudio da Mensagem – Voz de Manoel de Jesus:

 

Pequeno nada, crucificado com Cristo: todas as graças que os Sagrados Corações infundiram e imprimiram em ti, foram através de Mim, o Divino Espírito.

A grande obra da encarnação mística dos Corações de Jesus e Maria em teu pequeno coração, também é um prodígio de minha ação. Com meu Fogo de Amor, deixei escrito em teu coração o selo do FIAT.

Pela encarnação mística dos Sagrados Corações em ti, és participante no silêncio dos colóquios entre Jesus e minha Imaculada Esposa, a Rainha Celestial. És participante dos afetos e efeitos de seus Sagrados Corações. Como o discípulo João, que escutou o Coração de Jesus, tu escutas o Coração do Filho e o Coração da Mãe.

Em toda esta obra, de modo especial nas aparições, foi-te revelado um segredo progressivo, que consta de oito partes. Cada segredo confirma, ao mesmo tempo, as verdadeiras manifestações de Jesus e Nossa Senhora ao redor do mundo.

E também, como parte importante deste segredo, e da realização plena da Divina Vontade do Pai: os sacerdotes, o Quinto Dogma Mariano de Maria Co-redentora e o grande mistério da Eucaristia, estão intimamente unidos, para que os segredos se realizem.

Pequeno crucificado, novamente te digo: grita para o mundo, que já estão nos Últimos Avisos! Avisos de Amor para a conversão dos homens.

Medita no Capítulo 31 do Livro do Gênesis.

Eu o Divino Espirito te abençoo: Em Nome do Pai, e do Filho, e do Espirito Santo. Amém.

 

Gênesis – Capítulo 31 – Bíblia de Jerusalém

Fuga de Jacó

— 1 Jacó soube que os filhos de Labão diziam: “Jacó tomou tudo o que era de nosso pai, e foi às custas de nosso pai que ele constituiu toda esta riqueza.” 2 Jacó percebeu que Labão não o tratava mais como antes. 3 Iahweh disse a Jacó: “Volta à terra de teus pais, em tua pátria, e eu estarei contigo.” 4 Jacó chamou Raquel e Lia nos campos onde estavam seus rebanhos, 5 e lhes disse: “Vejo que o rosto de vosso pai não me trata como antes, mas o Deus de meu pai está comigo. 6Vós sabeis que eu servi o vosso pai com todas as minhas forças. 7  Vosso pai me enganou e mudou dez vezes o meu salário, mas Deus não lhe permitiu que me fizesse mal. 8 Cada vez que ele dizia: ‘O que for salpicado será teu salário,’ todos os animais pariam crias salpicadas; cada vez que me dizia: ‘O que for listrado será teu salário,’ todos os animais pariam crias listradas, 9 e Deus tomou seu rebanho e o deu a mim. 10 Aconteceu que, chegado o tempo em que os animais entram em cio, ergui os olhos e vi em sonho que os bodes que cobriam as fêmeas eram listrados, malhados ou mosqueados. 11 O Anjo de Deus me disse em sonho: ‘Jacó.’ E eu respondi: ‘Sim.’ 12 Ele disse: ‘Ergue os olhos e vê: todos os bodes que cobrem as fêmeas são listrados, malhados ou mosqueados, pois eu vi tudo o que te fez Labão. 13 Eu sou o Deus que te apareceu em Betel, onde ungiste uma estela e me fizeste um voto. Agora levanta-te, sai desta terra e retorna à tua pátria’ “. 14 Raquel e Lia responderam-lhe: “Temos nós ainda uma parte e uma herança na casa de nosso pai? 15 Não nos considera ele como estrangeiras, pois nos vendeu e em seguida consumiu nosso dinheiro? 16 Sim, toda a riqueza que Deus retirou de nosso pai é nossa e de nossos filhos. Faze, pois, agora tudo o que Deus te disse.” 17 Então Jacó se levantou, fez montar seus filhos e suas mulheres sobre os camelos, 18 e conduziu diante de si todo o seu rebanho, — com todos os bens que adquirira, o rebanho que lhe pertencia e que ele adquirira em Padã-Aram, — para ir a Isaac, seu pai, na terra de Canaã. 19 Labão fora tosquiar seu rebanho e Raquel roubou os ídolos domésticos que pertenciam a seu pai. 20 Jacó dissimulou com Labão, o arameu, não lhe deixando suspeitar que fugia. 21 Ele fugiu com tudo o que tinha; partiu, atravessou o Rio e dirigiu-se para o monte Galaad. 

Labão persegue Jacó

— 22 No terceiro dia, avisou-se a Labão que Jacó tinha fugido. 23 Ele tomou consigo a seus irmãos, perseguiu-o durante sete dias de caminho, e o alcançou no monte Galaad. 24 Deus visitou Labão, o arameu, numa visão noturna e lhe disse: “Guarda-te de dizer a Jacó o que quer que seja.”25 Labão alcançou Jacó, que tinha plantado sua tenda na montanha, e Labão plantou sua tenda no monte Galaad. 26 Labão disse a Jacó: “Que fizeste, enganando meu espírito e levando minhas filhas como prisioneiras de guerra? 27 Por que fugiste secretamente e me enganaste em vez de me advertir, para que eu te despedisse na alegria e com cânticos, com tamborins e liras? 28  Não me deixaste beijar meus filhos e minhas filhas. Verdadeiramente, agiste como um insensato! 29 Poderia causar-te danos, mas o Deus de teu pai, na noite passada, me disse isto:’Guarda-te de dizer a Jacó o que quer que seja.’ 30 Agora que já partiste, uma vez que tinhas tanta saudade da casa de teu pai, por que roubaste meus deuses?” 31 Jacó respondeu assim a Labão: “Eu tive medo, pensei que irias me roubar tuas filhas. 32 Mas aquele junto ao qual encontrares teus deuses não ficará vivo: diante de nossos irmãos, verifica o que te pertence e que está comigo, e leva-o.” Com efeito, Jacó ignorava que Raquel os tivesse roubado. 33 Labão foi procurar na tenda de Jacó, depois na tenda de Lia, depois na tenda das duas servas, e nada encontrou. Ele saiu da tenda de Lia e entrou na de Raquel. 34 Ora, Raquel tomara os ídolos domésticos, pusera-os na sela do camelo e sentara-se por cima; Labão procurou em toda a tenda e nada encontrou. 35 Raquel disse a seu pai: “Que meu senhor não veja com cólera que eu não me levante na tua presença, pois tenho o que é costumeiro às mulheres.” Labão procurou e não encontrou os ídolos. 36 Enfureceu-se Jacó e discutiu com Labão. E Jacó dirigiu assim a palavra a Labão: “Qual é meu crime, qual é minha falta, para que me persigas? 37 Procuraste em todos os meus utensílios: encontraste acaso algum utensílio de tua casa? Põe-no aqui, diante de meus irmãos e teus irmãos, e que eles julguem entre nós dois! 38 Eis que há vinte anos estou contigo: tuas ovelhas e tuas cabras não abortaram e eu não comi os cordeiros do teu rebanho. 39 Não te apresentei os animais despedaçados pelas feras, mas eu mesmo compensava sua perda: de mim reclamavas o que fora roubado de dia e o que fora roubado de noite.40 Durante o dia devorava-me o calor, durante a noite o frio, e o sono fugia de meus olhos. 41 Eis que já estou há vinte anos em tua casa: eu te servi catorze anos por tuas duas filhas e seis anos por teu rebanho, e dez vezes tu mudaste meu salário. 42 Se o Deus de meu pai, o Deus de Abraão, o Parente de Isaac, não estivesse comigo, tu me terias despedido de mãos vazias. Mas Deus viu minhas canseiras e o trabalho de meus braços e, na noite passada, fez-me justiça.”

Tratado entre Jacó e Labão

— 43 Assim respondeu Labão a Jacó: “Minhas são as filhas, minhas estas crianças, meu é o rebanho, tudo o que vês é meu. Mas que posso fazer hoje por minhas filhas e pelas crianças que elas deram ao mundo? 44 “Vamos, concluamos um tratado, eu e tu… , e que isso sirva de testemunho entre mim e ti.” 45 Então Jacó tomou uma pedra e a erigiu como estela. 46 E Jacó disse a seus irmãos: “Ajuntai pedras.” Eles pegaram pedras e com elas fizeram um monte, sobre o qual comeram. 47 Labão o chamou de Jegar-Saaduta e Jacó o chamou de Galed. 48 Disse Labão: “Que este monte seja hoje um testemunho entre mim e ti.” Por isso o chamou de Galed, 49 e Masfa, pois disse: “Que Iahweh seja um vigia entre mim e ti quando nos separarmos um do outro. 50 Se maltratares minhas filhas ou se tomares outras mulheres além de minhas filhas, e ninguém estiver conosco, vê: Deus é testemunha entre mim e ti.” 51 E Labão disse a Jacó: “Eis este monte que reuni entre mim e ti, e eis a estela. 52 Este monte é testemunha, a estela é testemunha, de que não devo ultrapassar este monte para o teu lado, e de que não deves ultrapassar este monte e esta estela para o meu lado, com más intenções. 53 Que o Deus de Abraão e o Deus de Nacor julguem entre nós.” E Jacó jurou pelo Parente de Isaac, seu pai. 54 Jacó ofereceu um sacrifício sobre a montanha e convidou seus irmãos para a refeição. Eles comeram e passaram a noite sobre a montanha. 

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: