Parte 1 – Setembro – Mês da Cruz Gloriosa e das Dores Corredentoras da Santíssima Virgem Maria

DIA 3

OS SAGRADOS CORAÇÕES UNIDOS DE JESUS E DE MARIA E O ESPIRITO DA CRUZ

(Extraído do Tratado Da Verdadeira Devoção Aos Sagrados Corações Unidos De Jesus e de Maria– TVDSCUJM – ARTIGO IV – Pág. 49 e ss.)

“Nos diz o Evangelho: “quem quiser seguir-me, carregue sua cruz e siga-me” (Lc 9,23).

O caminho para chegar a Jesus, é o caminho da Cruz, o Amor-Fiat feito caminho.

Para poder abraçar a Ressurreição, deve-se primeiro abraçar a Cruz. A Cruz é o maior sinal do nosso sacrifício, entregue com amor e dor, no Reino do Fiat.

Como apóstolos dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria, devemos também ser apóstolos da Santa Cruz, porque é o Trono desde onde reinam os Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria.

Maria é o exemplo claro de uma profunda devoção à Cruz de Jesus.

Porque se são apóstolos de Jesus Cristo, filhos de Maria, também devem ser filhos da Cruz. Porque a nossa amada Mãe amou a Cruz, porque a Mãe também sofreu no seu Coração Imaculado as Dores do seu Filho Jesus Cristo.

A Cruz foi a espada da dor que atravessou Seu Coração Doloroso e Imaculado (Lc 1, 36). Porque na Cruz, o seu Filho entregou sua vida em resgate pelas almas.

Maria ofereceu seu Filho desde a cruz, oferecendo-se a Mãe também junto ao Coração Sacrificado de seu Senhor.

Esta espiritualidade da Cruz contempla, vive e transmite Jesus em seus aspectos de Sacerdote e Vítima, de Cordeiro e Pastor.

Pela Vontade Divina, fomos chamados a participar pelo Batismo do Sacerdócio comum dos fiéis, seguindo a Jesus Cristo, Sacerdote e Vítima em seu Sacrifício por Amor-Fiat.

Enfatizando sua fidelidade ao Pai Terno e Misericordioso, e sua solidariedade salvífica com o irmão e com a Mãe Maria, nos oferecemos com Jesus ao Pai Eterno, sobretudo na Sagrada Eucaristia, para prolongar o Reinado do Espírito Santo na salvação dos homens e na santificação da Igreja.

Especialmente na dos sacerdotes, e assim, receba consolo o Sagrado Coração Eucarístico de Jesus, para a glória do Pai terno e misericordioso.

O Reinado da Cruz dos Sagrados Corações Unidos e do Espírito Santo, se dará nos corações, que junto com a Cruz Gloriosa, procuram identificar-se com Jesus Cristo, educando-se para serem transformados pelo Espírito Santo em salvadores com Cristo, e possam, como apóstolo do Sagrado Coração Eucarístico de Jesus e Filho do Coração Doloroso e Imaculado de Maria, realizar a missão que lhe foi confiada.

Como apóstolos, contemplamos Jesus Crucificado. Compreendamos o mistério da Cruz, e toma-la em seu seguimento (Lc 9,23), assumir e oferecer por Amor-Fiat, a dor, com seu valor salvífico, dando nossa entrega total ao Pai Terno e Misericordioso.

Nosso Senhor Jesus Cristo continua sua Ação Sacerdotal, através da Igreja. Jesus é o Salvador, e a Igreja, sua intermediária.

Com os corações unidos à Igreja, Mater Eclessiae, quer exercendo ou promovendo o Sacerdócio comum, como apóstolos dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria, compromete-se a amar a Igreja e a ser parte ativa da sua Missão Evangelizadora, interessando-se particularmente por seus sacerdotes, instrumentos da Mediação Sacerdotal de Jesus Cristo, e servos da comunidade cristã.

Portanto, nada que se refira ao Sacerdócio, deve ser indiferente aos Apóstolos dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria.

A Santa Cruz é o sinal do amor dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria. O maior amor concentrado na Santa Cruz Gloriosa. O Trono desde onde reinam os Dois Corações Unidos de Jesus e Maria. Reinam em corações simples, humildes, crentes e obedientes, que estão unidos, como os seus apóstolos.

Também à Santa Cruz Gloriosa, e que os atraiu, como um doce atrai uma criança, o Mel da Cruz, o Precioso Sangue adoça o sacrifício, e a nossa entrega total à Santa Cruz Gloriosa, Doce de Amor e Dor.”

*********************

DIA 4

PARA CONHECER, REFLETIR E ENTENDER

OS APÓSTOLOS DOS SAGRADOS UNIDOS DE JESUS E MARIA E A ESPIRITUALIDADE DA CRUZ

(Extraído do Tratado Da Verdadeira Devoção Aos Sagrados Corações Unidos De Jesus e de Maria – (TVDSCUJM) – Artigo III – Pág. 94 e ss.)

O caminho para chegar a Jesus é o caminho da cruz. (São Lucas 8, 23). Para poder abraçar a ressurreição, deve-se primeiro abraçar a Cruz. A Cruz é o maior sinal de nosso sacrifício, entregue no amor e na dor.

Nossa amada Mãe amou a Cruz e teve uma especialíssima devoção à Cruz, pois a aceitou no Amor-Fiat.

Seu Coração Doloroso e Imaculado foi Doloroso com as Dores de Seu Filho Jesus Cristo. Maria ofereceu seu Filho desde a Cruz. Oferecendo-se a Mãe, junto ao seu Sagrado Coração Crucificado.

Esta espiritualidade de vitimização, contempla, vive e transmite Jesus Sacerdote e Vitima, vivendo a espiritualidade da Cruz.

Assim, por Vontade Divina, e por intercessão do Coração Doloroso e Imaculado de Maria, essas almas apostólicas são chamadas a participar desse Sacrifício de Jesus Cristo.

Com Maria, eles se oferecem ao Pai Eterno e Misericordioso, sobretudo na Eucaristia, para estender o Reinado do Espírito Santo nos corações, na santificação da Igreja, especialmente dos sacerdotes e das almas consagradas.

Assim, esses apóstolos se deixam transformar em salvadores e corredentores, a exemplo de Maria, com Jesus Cristo, e eles podem realizar sua missão.

Estes apóstolos, contemplando Jesus Crucificado, compreendem o Mistério da Cruz, e a tomam em seu seguimento (Lc 9,23); assumem e oferecem sua dor pelas almas.

Assim a Cruz atrai essas almas, como uma criança é atraída por um doce. Porque o mel da Cruz, é o Precioso e Doce Sangue de Jesus, que adoça este Sacrifício, e qualquer outra dor, dando sabor à entrega da Santa Cruz Gloriosa, e doce de amor e dor.

Os apóstolos dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria, acolhem o sofrimento, como almas vítimas, nos moldes de Jesus Cristo, e da Mãe Santíssima.

Esses apóstolos, como almas vítimas, são chamados à santidade. Sendo Cristos vivos na terra, que se deixam crucificar como Jesus. Eles imitam esta Vítima Divina em tudo, carregando a Cruz com amor.

Eles não têm medo da Cruz, nem do sofrimento. Porque a cruz e o sofrimento são duas coroas de diamantes, que abrem a Porta do Céu.

Estes apóstolos, como almas vítimas, desejam a Cruz, para dar descanso e reparação ao Mártir do Gólgota.

Almas que são verdadeiros pára-raios da Divina Misericórdia.

Estas almas serão revestidas com dons celestiais, que se imolarão diariamente ao Mistério Salvífico Redentor.

Os apóstolos dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria e dos Últimos Tempos, tudo suportam pelo amor de Jesus Crucificado. Eles se imolam por seus pecados e pelos pecados do mundo inteiro.

Convertem a amargura em doçura; a tristeza em alegria; o padecimento em refrigério; a perseguição em paz. Eles se assemelham em tudo a Jesus Cristo.

Estes apóstolos, como almas vítimas, acompanham Jesus no Getsêmani.

Estes apóstolos, como almas vítimas, consolam os Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria. Terminam em seu corpo, o que falta na Paixão de Jesus.

Estas almas vítimas, sofrem, e suportam tudo, por amor a Jesus e Maria, para a maior glória de Deus Pai Terno e Misericordioso.

Uma alma vítima sofre com Jesus, por Jesus, e agoniza por Jesus; morrendo por Jesus.

****************

DIA 5

PARA CONHECER, REFLETIR E ENTENDER

Os Apóstolos da Cruz Gloriosa dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria (ACGSCUJM)

(Extraído do Tratado Da Verdadeira Devoção Aos Sagrados Corações Unidos De Jesus e de Maria – (TVDSCUJM) – Pág. 95)

Os Apóstolos da Cruz Gloriosa dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria são um ramo dos laicos comprometidos, nascido do Apostolado, cuja missão principal é: promover a edificação da Cruz Gloriosa dos Sagrados Corações Unidos e oferecer-se através da Cruz Gloriosa em seus sofrimentos, sacrifícios, penitências e orações pela Igreja, o Apostolado e o Reinado do Sagrado Coração Eucarístico de Jesus no mundo, por meio do Triunfo do Coração Doloroso e Imaculado de Maria.

Os Apóstolos da Cruz Gloriosa dos Sagrados Corações Unidos propagam os Chamados de Amor e Conversão onde os Sagrados Corações falam da espiritualidade da Cruz; promovem a Edificação da Cruz Gloriosa dos Sagrados Corações Unidos em Igrejas, Paróquias, cidades, povoados, Centros Espirituais de Apostolado e em pequenas cruzes, para levar consigo, entre outras muitas formas de que o Espírito Divino vá inspirando para propagar e dar a conhecer a Cruz Gloriosa dos Sagrados Corações Unidos e as promessas que lhe foram outorgadas por Jesus e Maria.

Os Apóstolos da Cruz Gloriosa dos Sagrados Corações Unidos, além de realizarem o Apostolado de levar o Chamado da Cruz Gloriosa, realizam um Apostolado interior, que consiste em  oferecer-se como vítimas ao Sagrado Coração Eucarístico de Jesus, através do Coração Doloroso e Imaculado de Maria, oferecendo suas dores, sofrimentos, sacrifícios e penitências, pelas Intenções dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria .

Os Apóstolos da Cruz Gloriosa dos Sagrados Corações Unidos de Jesus e Maria são também a continuidade e concretização da espiritualidade fundada por São Luís de Monfort os “Amigos da Cruz” onde o Santo afirma:

“Amigos da Cruz, como muitos outros soldados do Crucificado, para combater o mundo.

Não fugis dele, como religiosos e religiosas, por medo de serem vencidos, senão que avançais como intrépidos e valorosos guerreiros no campo de batalha, sem retroceder um só passo, nem fugir covardemente. Ânimo! Lutai com valentia!”

São Luís de Montfort exorta: “Uni-vos fortemente; a união de espíritos e dos corações é muito mais forte e mais terrível para o mundo e o inferno, do que os exércitos de um reino bem unido seriam para os inimigos do estado.

Demônios se unem para perder-vos: uni-vos para derrubá-los.

Os avarentos se unem para negociar e acumular ouro e prata: unam seus esforços para conquistar os tesouros da eternidade contidos na Cruz. Os libertinos se unem para divertir-se: uni-vos para sofrer. “

4 de janeiro de 2019

Chamado de Amor e de Conversão do Sagrado Coração de Jesus

Do Meu Coração Eucarístico brotou Meu Apostolado, como fruto de Minha Misericórdia Insondável.

Este Apostolado, profetizado no Apocalipse 12; profetizado por São Luís de Montfort, é a Obra Magna de Meu Sagrado Coração.

É Grande, porque com esta Obra expandirei na humanidade o Reino Eucarístico de Meu Coração.

É Grande, porque com os Cenáculos de Oração e os Últimos Chamados de Amor e de Conversão, preparamos os corações para o Triunfo do Coração Materno de Minha Mamãe Rainha.

E quando o Coração da Rainha Celestial triunfar, o Espirito Santo descerá sobre toda a Criação, suscitando um Novo Pentecostes.

Meu Apostolado prepara e ora, para que estas Graças venham à humanidade.

Este Apostolado vive da espiritualidade da Cruz: Meu Sagrado Coração unido na Cruz.

Espiritualidade que revelei para Santa Ângela de Foligno e Luísa Picarreta.

Espiritualidade da Cruz, que revelei para Conceição Cabrera.

Espiritualidade da Cruz, que venho anunciar com este Apostolado para a humanidade.

Esta Obra do Meu Sagrado Coração, também é a Obra da Cruz; da Cruz Gloriosa do Meu Sagrado Coração Eucarístico. E com Meu Coração Unido a Cruz, abençoo a humanidade: Em Nome do Pai, e do Filho, e do Espirito Santo. Amém.

************************

PRÓXIMA PÁGINA – Página 3

Share This:

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.